Turmalina Paraíba é a mais cara do mundo

Um grama da turmalina paraíba pode ultrapassar 100 mil dólares. Mais rara e mais cara do que a maioria dos diamantes, a pedra está entre as dez gemas mais caras do mundo. Cada quilate chega a valer US$ 50mil.

“Mas, afinal, o que significa a palavra paraíba?”, pergunta o Financial Times. Uma reportagem do diário financeiro britânico revela que o azul da turmalina retirada da mina da Batalha, no interior da Paraíba, virou moda na Europa. A coloração incandescente e única deve-se a uma combinação de traços de cobre e manganês dentro da pedra. Assim, paraíba tornou-se denominação de um tipo de azul, único no mineral encontrado por aqui.

A turmalina paraíba é utilizada pela grifes brasileiras Amsterdan Sauer e H. Stern, além das internacionais Dior e Tiffany & Co UK.

Anel da Amsterdam Sauer: 15,25 quilates em turmalina Paraíba e 2,59 quilates em diamantes. Montado em platina custa R$ 1,170 milhão.

Da joalheria Tiffany´s, o anel é feito só sob encomenda. Apesar da pedra ser brasileira, não esta disponível no Brasil. Seu custo é de U$$127 mil
Feita pela Tiffany´s, o pingente é a jóia mais cara da grife. Montada com 254 diamantes e com a turmalina Paraíba, equivalente a 3,5 quilates. O preço é de U$$ 248mil.


Fonte: Isto É Platinum e Portal das Jóias.

Você vai gostar também de:

, , ,

40 Responses to Turmalina Paraíba é a mais cara do mundo

  1. Cleidiano 3 de outubro de 2014 at 11:05 #

    Bom dia tenho pedras da turmalina paraíba e diamantes negros brutos alguém tem contato para vender?

  2. JLL Leandro 5 de fevereiro de 2014 at 20:41 #

    Minha gente, vivemos no Brasil.
    Aqui nada é nosso de verdade, mesmo que se tenha papel passado. Isso aqui pertence aos estrangeiros, nos estamos aqui apenas servindo-os desde 1500.
    Agora, tem uns que acordam, outros não… Infelizmente.
    Pedras maravilhosas como essas, caríssimas quando trabalhadas lá fora por joalherias, deveriam ser valorizado tanto quem a escava, quanto quem a molda para a arte final.
    A indignação aparece…
    Não conheço como foi a história da cidade primeira a explorar tal pedra, mas que lá devem morar gente de toda parte do Brasil isso, tenho certeza…

    Moramos numa terra onde se tem de tudo, ninguem aqui morre de fome, tal como ocorre em África.
    Quem não queria achar uma pedra de 1 kg e ficar rico? Então, estão lá procurando os bolsões, mesmo vendo que não ha nada, continuam na esperança de sair na miséria que escavam para sí.
    O grande erro de muitos, foi não ter estudado ou nao ter sido dada a oportunidade e ter caído no garimpo cedo. De resto, é gente oportunista e que quer ganhar dinheiro as custas desses pobres homens. E ganham mesmo.

Deixe uma resposta

Blog de Artesanato Decoração Dicas Passo a Passo Técnicas Reciclagem