Renascença, das cortes francesas para o Cariri nordestino

Bordar é ornamentar. É transformar um tecido com fios, cores e desenhos, buscando um resultado que agregue valor à ele. A Renda Renascença teve origem em Veneza, na Itália, por volta do século XVI, mas foi difundida pelos franceses, que adornavam o vestuário dos frequentadores da corte com esse trabalho.

 

Veio para o Brasil por intermédio das freiras e difundiu-se no Nordeste, especialmente em Pernambuco. Contam que as freiras de clausura de Olinda foram as disseminadoras da renascença no Brasil. Como não mantinham contato com pessoas da comunidade, a técnica foi passada para serviçais do convento. Assim aconteceu com Dona Lála, respeitada artesã pernambucana, que teria aprendido com as freiras e depois ensinado a muitas outras mulheres, entre elas uma aprendiz paraibana que trouxe a técnica para a Paraíba por volta de 1950 para a sua cidade natal, Monteiro, onde hoje já surgiram associações que têm realizado trabalhos tão bons que estão sendo reconhecidos e premiados pela qualidade e originalidade.

 

A técnica é executada numa almofada, com agulha, linha e fitilho, que é uma fita estreita que dá sustentação aos pontos. Os entrelaçados são muito delicados e as tramas concêntricas são características marcantes dessa técnica.

 

Muitas pessoas confundem a renascença com a renda irlandesa ou inglesa, mas são apenas técnicas semelhantes, pois a renda irlandesa usa o lacê no lugar do fitilho.

Na Vila do Artesão você vê  jogos americanos, toalhas de bandeja e muitas outras coisas em renascença para a sua casa ou para presentear. Clique e confira, Onde encontrar e comprar renda renascença

Você vai gostar também de:

, , , , ,

90 Responses to Renascença, das cortes francesas para o Cariri nordestino

  1. Ítala Mayara 28 de dezembro de 2014 at 12:41 #

    Boa tarde! Estou planejando meu casamento e quero muito que meu vestido seja de renascença. Sei que é uma renda muito trabalhosa e por isso o preço mais elevado, gostaria de saber se o preço é avaliado por metro e quanto é??? Para saber se cabe dentro do meu orçamento. Ou levo o croqui e só ai me avaliam o preço??? Gostaria da resposta por e-mail. Obrigada!!!

  2. samira 19 de setembro de 2013 at 11:44 #

    bom dia!

    Moro em Belo Horizonte gostaria de saber onde posso comprar renda renascença mais perto
    Aguardo
    obrigada

    • Cris Turek 19 de setembro de 2013 at 18:48 #

      Samira não tenho contatos em outros estados, aí você teria que verificar com a artesã se ela tem alguém em sua cidade que revenda o produto dela.

  3. maria rocha 21 de maio de 2013 at 13:47 #

    priciso saber o porque essa renda é tao cara. Ela é linda mas, os atravessadores vendem roupas carríssimas que chega até fora da realidade.

    • Cris Turek 22 de maio de 2013 at 12:18 #

      Maria a renda é extremamente trabalhosa e demorada de se produzir. São poucas as rendeiras que produzem para vender; é um produto de alto padrão, por isso mesmo fica mais caro. Lembre também, que o comerciante, nesse país, sofre com a carga de impostos e o valor dos transportes. Tem um alto custo para se buscar essas rendas no interior e colocar nas cidades maiores. Isso tudo tem um preço e não há como fugir dele.

Deixe uma resposta

Blog de Artesanato Decoração Dicas Passo a Passo Técnicas Reciclagem