Frivolité, a arte de fazer renda com nós

Toalha de renda frivolité feita por Stael Macedo

Rendas, essas maravilhas que encantam a gente e enriquecem qualquer coisa com seus detalhes, são esse tipo de trabalho que muitas vezes achamos impossível que alguém tenha feito. Minúsculos desenhos, micro nózinhos e trançados, chega a ser mesmo de duvidar que nossas mãos possam transformar uma simples linha numa fantástica renda. Assim também é com o frivolité, uma técnica que faz renda com nós, usando linha de crochê.

O frivolité também é conhecido por outros nomes como espiguilha e rendilha. Surgiu no início do século 19 e alguns dizem que, como o macramê, a técnica foi desenvolvida pro marinheiros, mas isso não está comprovado. O frivolité é basicamente composto de nós e picôs, os laços, unidos em forma de anéis ou arcos. Os arcos são o detalhe que dá a graça à renda frivolité.

Que tal aprender a fazer algumas peças com renda?

Stael Macedo trabalhando a sua renda frivolité e sua navete de estimação

 

Quando estive em Curitiba, conheci uma rendeira de frivolité na Feira do Largo da Ordem, a senhora Stael Macedo. Ela confecciona vários tipos de trabalho: toalhas de bandeja, porta-copos, palas e golas e estava lá fazendo seu frivolité usando uma das ferramentas tradicionais, a navete.

Toalha de bandeja em frivolité, feita por Stael Macedo

Contou que aprendeu com a mãe, mas que infelizmente não percebe que hoje em dia haja muito interesse das pessoas em conhecer a técnica. Essa toalha de bandeja acima, ela vende por R$48, e o telefone de contato para quem quiser conversar com ela é (41) 3264-3353. E é claro, ela está todos os domingos na Feira do Largo em Curitiba. A barraca fica na Rua Kellers, em frente ao museu.

Como fazer o anel básico do frivolité

De qualquer forma se você ficou curioso pra entender como os nós e laços são feitos, temos uma indicação de um passo-a-passo de anel usando a agulha de frivolité que é o formato mais básico e não é tão assustador. Clique no nome e confira: Ensinar com muito prazer.

Como fazer as pétalas do frivolité

E também, a flor é bem acessível de fazer, e aqui tem o passo-a-passo de como fazer cada pétala. Também é interessante. A dica é da Agulha de Ouro, é só clicar.

Como o frivolité é uma renda resistente, fica muito fácil de usá-la em outros objetos, como bolsas e acessórios. E se você não tem jeito para fazer o frivolité, pode comprar pronto e usar para inventar moda.

Fotos iniciais: Cris Turek

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , , , ,

81 Responses to Frivolité, a arte de fazer renda com nós

  1. Jani 13 de julho de 2015 at 11:18 #

    Li num dos comentários acima que frivolite eh só com naveta, os outros são imitações. Respeito a opinião da pessoa, mas eu tenho artrose nas mãos e não consigo ficar ccm os fios presos aos dedos. Faço frivolite com agulha, estou ainda aprendendo, mas já consegui fazer uma toalhinha é um almofada grande. Tem pouco tempo que descobri a arte do frivolite. O que aprendi foi assistindo a inúmeros vídeos no YouTube. Obrigada as pessoas que tão gentilmente postam vídeos e pap.

    • Cris Turek 13 de julho de 2015 at 14:19 #

      Jani é muito importante manter estas artes vivas, pois correm o risco de desaparecer. Continue praticando. Beijos.

  2. Carmo prazeres 15 de maio de 2015 at 19:18 #

    Já trabalho com frivolité à muitos anos etenho navetes para vender..

Deixe uma resposta

Blog de Artesanato Decoração Dicas Passo a Passo Técnicas Reciclagem