Como transformar um galho de árvore em cabideiro

Hall de entrada com cabideiros feitos de galhos de árvore  Não vou nem falar o quanto eu curto o uso de gravetos e galhos de árvore em objetos de decoracão. Aliás uma nova mania de reciclagem que chegou para ficar. Já estou juntando minha coleção para alguns projetos na gaveta, mas o cabideiro com certeza é o mais simples e todos nós podemos reproduzir com as dicas que garimpei.

 

A regra principal é jamais cortar galhos de árvores vivas inutilmente. Se você estiver fazendo uma poda programada, está liberado, mas somente nessa condição. Nesse caso separe alguns dos galhos para secar bem ao sol antes de utilizar no projeto.

Pra quem tem a oportunidade de passear em algum bosque, é só prestar atenção ao redor. Sempre há muitos galhos secos já caídos das árvores. É só escolher aqueles que tem opção para o gancho do cabideiro. Recolha galhos secos já caídos das árvores
Depois proteja os galhos com cupinicidas Depois de cortar a parte dos galhos que podem ser aproveitados no projeto, é importante protege-los com um bom produto contra cupins e brocas. Eu indico o Pentox. Algumas demãos e depois de seco já podemos prosseguir.
Uma dica interessante para quem quer deixar os galhos bem alinhados, é serra-los na metade, como na imagem. Dessa maneira eles fixarão melhor sobre a parede e precisarão de parafusos menores também. Corte a parte de trás do galho para que fixe melhor na parede
Depois basta fixa-los na parede usando parafusos Depois é só fixar na parede com dois parafusos. Uma opção boa de acabamento é esconder os parafusos com massa de calafetar madeira, que compramos em qualquer loja de material de pintura. Com certeza o resultado é ainda melhor.

 

Outra opção que também fica super bacana e poupa você de fazer muitos furos na parede, é fixar os galhos num outro suporte de madeira. Com certeza tapar os parafusos deixa a aparência bem mais bacana, concordam?

 

Cabideiro de galhos secos fixos num suporte de madeira

 

Mas é mesmo uma sugestão bastante interessante, basta ver a primeira foto pra conferir que o resultado pode ser extremamente charmoso.

Gostaram? Vamos lá reproduzir, e depois lembrem de mandar fotos para cá.

Vejam onde mais eu usei um galho seco, cliquem Como fazer um móbile com reciclagem

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Fotos: 1. A Life’s Design, 2 e 3.Wise Craft, 4 e 5. The Bent Tree Gallery -Etsy, 6. Aqui pelo Campo

Você vai gostar também de:

, , , ,

41 Responses to Como transformar um galho de árvore em cabideiro

  1. maria 16 de janeiro de 2013 at 22:30 #

    LEGAL!!! MORO EM SITIO E E’ O QUE MAIS TEM GALHOS CAIDOS BRIGADA PELA DICA

  2. Andreia Guimaraes 3 de junho de 2012 at 19:30 #

    Adorei este post com o modo de fazer. Tinha visto esse aqui, muito bonito tb, embora um pouco mais complicado de executar. etsy – wolf-den-coat-rack

    Acompanho seu blog pelo Facebook e adoro. Parabéns!

  3. Laura Borges 18 de março de 2012 at 11:22 #

    Boa idéia já compartilhei no Face.
    Aproveito para te convidar a conhecer este blog de moda é muito bom

    Curitiba
    Até.
    Laura

  4. Juciara Branca Oliveira 16 de fevereiro de 2012 at 16:41 #

    Amei a idéia do cabideiro. Tenho na minha sala um prato com gravetos pequenos e sementes secas, que pego por caminhos e viagens. Mas a idéia do cabideiro vou fazer é maravilhosa! Obrigada.

  5. elaine 16 de fevereiro de 2012 at 8:20 #

    amei suas ideias, com certeza tudo muito aproveitoso, continua nos mostrando sempre.
    parabéns e felicidades!!!!
    Deus te abençoe!!!

  6. Eline Lucimar 26 de janeiro de 2012 at 10:31 #

    amei a ideia do cabideiro,e vou utilizar,ja que moro em um sitio,galhos é o que não falta por aqui,beijos

  7. Luiza Corteze 1 de dezembro de 2011 at 10:47 #

    Nossa, amei esse post! Me emocionei porque lembrei de minha mãe e meu pai(que já estão no céu). Lá na fazenda, eles saíam pelo mato e separavam os galhos mais interessantes para fazer essas ‘obras-de-arte’. E surgiam pássaros, galhadas de veado e outras imagens que usavam para os netos brincarem ou pendurarem suas roupas e coisinhas. Meu pai fez até um pé para uma mesa usando galhos de pinheiro. Bacana mesmo!

    • Cris Turek 1 de dezembro de 2011 at 11:01 #

      Que história bacana Luíza, obrigada por nos contar.

  8. Roseli Freitas 7 de novembro de 2011 at 15:22 #

    cabideiro custo zero idéia mil parabens

  9. lucilia 31 de outubro de 2011 at 18:15 #

    Que graça de cabideiro ! Quanta criatividade!

  10. Lene 31 de outubro de 2011 at 14:24 #

    Maravilha eu tava mesmo precisando de uns cabides na minha casa e não queria por aqueles que ja vem feito que todo mundo tem em casa!…Parabéns muito criativo…

  11. carolina Sobrinho Bispo 31 de outubro de 2011 at 10:00 #

    Oi,Cris!!
    Muito interessante esse trabalho ( amei! )
    Obrigada pelo carinho
    Beijos

  12. Marise Apparecida Teixeira Ribeiro 30 de outubro de 2011 at 21:38 #

    gostei da ideia! parabens!!!!!!!!!!!!

  13. Júlia 30 de outubro de 2011 at 16:34 #

    amei dica maravilhosa
    vou deixar um blog aki como dica tbm ta
    pq tem uns peso de porta lindinhos

  14. Mariana Balieiro 30 de outubro de 2011 at 14:58 #

    Super rustico, achei lindo demais!!! Deu uma diferença enorme na parede.

    • Cris Turek 30 de outubro de 2011 at 21:30 #

      É um estilo bem característico mas muito charmoso Mariana, concorda?

  15. silvana vodola martins 29 de outubro de 2011 at 23:36 #

    oi cris….achei sensacional o cabideiro, tenho vários galhos aqui em casa, ´pois podei uma árvore e guardei uns galhos…..idéia maravilhosa , como sempre vc abafou….brigaduuuuuuuuuuu bjsssssssssss!!!!!

    • Cris Turek 30 de outubro de 2011 at 21:13 #

      Maravilha Silvana, nada e jogar os galhos no lixo ou na fogueira.

  16. Sonia Rucker 29 de outubro de 2011 at 19:26 #

    Oi!achei super interessante este trabalho do cabideiro de galhos,já fez um diferencial na parede. e aproveito para agradecer pela atenção de vcs. em enviar as novidades.Um grande abração a todos.Sonia.

    • Cris Turek 29 de outubro de 2011 at 19:29 #

      Você pediu Sonia e a gente envia as novidades com prazer. Beijos.

  17. ana Cristina Portioli Silva 29 de outubro de 2011 at 19:21 #

    Parabens pela criatividade do cabideiro. Ficou maravilhoso e com custo praticamente zero.

    • Cris Turek 29 de outubro de 2011 at 19:24 #

      Uma dica bastante interessante que eu gosto muito Ana Cristina.

  18. Lúcia 29 de outubro de 2011 at 13:08 #

    Adorei!!! Parabéns!

  19. vania lucia 29 de outubro de 2011 at 11:23 #

    MUITO LEGAL,MAIS UMA IDEIA PRA SER APROVEITADA.OBRIGADA DE NOVO, POR MAIS ESSA IDEIA.

  20. Cidália 29 de outubro de 2011 at 9:42 #

    A minha árvore de Natal de 2010, também foi montada com galhos secos que peguei caídos na ponte da casa verde em SP e as bolas fiz em patch work. rsrs o resultado foi ótimo e se quiser conferir agradeço a visita no meu blog. abraços

    beijoca

    • Cris Turek 29 de outubro de 2011 at 19:15 #

      Cidália, envie uma foto para nosso mural e participe das publicações de natal. Beijos.

  21. Cidália 29 de outubro de 2011 at 9:39 #

    Ameiiiiiiiiiiiii! Estou compartilhando no facebook. obrigada. bjs

  22. mariza 28 de outubro de 2011 at 18:32 #

    Sabe, já peguei galhos que a maré traz para a praia e fiz uma linda árvore de natal e até de suporte para uma orquídea e ficaram lindos. Boa idéia a do cabide…parabéns !!!

    • Cris Turek 28 de outubro de 2011 at 19:51 #

      Os galhos que o mar devovle já vem tratados naturalmente. Adoro, Mariza.

  23. Denise Padoan 28 de outubro de 2011 at 18:03 #

    Simples e com lindo efeito! Adorei! =D
    Bjs

    • Cris Turek 28 de outubro de 2011 at 19:51 #

      Dicas que estão ao nosso alcance Denise, beijocas.

  24. Dani Pivatelli 28 de outubro de 2011 at 17:29 #

    Mt show!!!

  25. Luciana Miller 28 de outubro de 2011 at 17:14 #

    Adorei a ideia! Parabens!
    bjs

    • Cris Turek 28 de outubro de 2011 at 17:41 #

      Dicas que temos facilmente por perto, concorda Luciana?

Deixe uma resposta

Blog de Artesanato Decoração Dicas Passo a Passo Técnicas Reciclagem