Como bordar usando ponto atrás

Bordado feito usando ponto atrás

Hoje é dia de Ponto atrás!

Espero que todo mundo tenha conseguido transferir o risco sem problemas! Se você perdeu essa aula, clique Como transferir riscos de bordados e confira lá também o risco para o bordado da aula de hoje.

 

Ponto atrás é usado tanto em bordados livres quanto em bordados a fios contados. É parte importante dos bordados em Ponto Cruz e Blackwork – veja na foto ao lado.

No momento vamos tratar apenas da execução para bordado livre.

Pontos usados em vários tipos de bordados

O ponto atrás é usado para contornar e traçar linhas de um desenho. Muito usado nos bordados feitos junto com o Patchwork. É o ponto mais adequado para bordar letras, particularmente quando são muito pequenas e cheias de curvas e ângulos. Pode ser usado também como base para uma grande variedade de outros pontos.

 

Amostra aula de ponto atrás

Usado sozinho, como na amostra desta aula, pode se mostrar diferente conforme o tamanho dos pontos, a quantidade e o tipo de fio usado.

Amostra do ponto atrás usando fios diferentes

Observem na amostra ao lado a diferença nos resultados:

1 – Fio usado foi Coton Perlé 8 cor 321. Coton Perlé é a linha de “novelinho”

2 – 3 fios de Mouliné DMC 115

3 – 2 fios de Mouliné DMC 115
4 – 1 fio de Mouliné DMC 115
5 – Alternando dois traços com 2 fios e 1 com 1 fio
6 – Tudo com 2 fios de Mouliné

Vamos começar com os materiais usados: Agulha de ponta, fio Mouliné, fio Perlé 8, bastidor, tesoura.

Eu usei agulha Chenille 28 e 26, Linha Mouliné DMC cor 115 (mesclado) e Coton Perlé 8 cor 321, Bastidor Tension Hoop 5″ (plástico). Meu risco foi impresso em algodão cru.

Materiais de bordado separados para iniciar

 

Para o começo vamos usar 2 fios de linha Mouliné, que é formada por um cordão de seis fios.

Deve-se separar apenas 1 fio de cada vez, até tirar os fios necessários para o projeto. Se o número a ser usado for par, dobrar ao meio,de modo a poder usar a argolinha da dobra para arrematar (vamos aprender mais abaixo). Não dobrar se for usar fios multicoloridos.

Com apenas 1 fio, ou sem dobrar deve-se usar arremate posterior (também veremos mais abaixo).

Bordar com fios multicoloridos ou mesclados requer o uso de técnicas específicas, para evitar duas cores diferentes no mesmo ponto, exceto, é claro, quando se pretende conseguir exatamente este efeito. O modo mais fácil de usar estes fios é cortar toda a meada em pedaços de 60 a 70 cm. Separar, sempre um de cada vez, os fios a serem usados. Atenção redobrada para garantir a continuidade das cores.

 

Como escolher a agulha do bordado

A escolha da agulha a ser usada em um bordado deve considerar o tipo de tecido e o tipo de bordado, os fios a serem usados e o efeito a ser obtido.

Um bordado de superfície exige agulhas de ponta, tamanho médio e calibre adequado à grossura do tecido.

A maior parte dos tecidos fica bem com uma agulha de bordar calibre 9.

Atenção: o uso do bastidor é obrigatório e faz um bem enorme para a qualidade do seu trabalho!

O ponto é muito simples, confira no esquema abaixo da esquerda para a direita:

Puxar a agulha na linha do desenho (1) e fazer o ponto para trás (2).

Puxar a agulha novamente pouco à frente do ponto (3), fazer outro para trás inserindo a agulha no lugar de onde saiu o primeiro ponto (4) que é o mesmo lugar de(1). Seguir adiante.

Confira o esquema do ponto atrás

Mais um diagrama do ponto atrás

Manter uma boa tensão – nada de pontos frouxos! Não apertar a ponto de deformar o tecido, mas dar um ajuste que seja suficiente para que a agulha encontre o “buraquinho” do ponto anterior.

O tamanho é importante, pontos muito grandes tendem a ser pouco graciosos e pontos muito pequenos dão a impressão de “mastigar” o tecido. Mas, o mais importante de tudo é manter a regularidades dos pontos.

 

Mantenha a regularidade em pontos e tensão

 

Como fazer o arremate posterior

 

Insira a agulha distante do início

Para começar com arremate posterior entrar com a agulha em local distante daquele em que o ponto vai ser iniciado…

Deixe uma sobra de fio para trás

… deixando um bom pedaço de fio “sobrando”. 

Dê o primeiro ponto

Depois iniciar o ponto normalmente.

Observem abaixo que a agulha entra exatamente no mesmo local em que o ponto anterior começou.

Iniciando o ponto seguinte
Finalizando o ponto

 

Como arrematar o ponto do início

 

Lembram que no início ficou uma sobra de linha para trás? Vejam como vamos arremata-la.

Puxe a linha para o avesso

Comece puxando o fio para o avesso… 

… coloque na agulha e entrelace nos pontos já bordados, fazendo um vai e vem com a linha. Observe:

Retorne o fio para o lado anterior
Passe o fio para o outro lado
Ponha a sobra de linha na agulha

Faça esse vai e vem no máximo 5 vezes.

Corte a sobra do fio desse arremate

Corte as sobras depois de feito o arremate. 

Todos os arremates de fio são feitos desta maneira, sempre entrelaçando pelos pontos dados, nunca enrolando a linha sobre os pontos ou dando nós.

O arremate posterior é usado quando não temos a “argolinha” que é formada quando se usa o fio dobrado ao meio.

 

Como fazer o arremate da argolinha

Dobre o fio ao meio e passe pela agulha

Tire apenas 1 fio de linha da meada, com o dobro do tamanho desejado e dobre ao meio. Passe as duas pontas pela agulha.

Deixe a argolinha do avesso

Saia com a agulha do avesso para o direito, no local do ponto…

Saia com a agulha do avesso para o direito

 …deixando a argolinha no avesso. Fazer o ponto e passar a agulha para o avesso.

Passe a linha pela argola

Passe a agulha por dentro da argolinha… 

Puxe a linha para firmar a argolinha
 

 … prendendo o fio. Pronto, ele está arrematado.

Continue o bordado normalmente

Continue a fazer os pontos normalmente. 

 

Como colocar outro fio no bordado

 

O fio na agulha acabou, o que fazer?

Como trocar de fio durante o bordado

Deixe a ponta do fio que está acabando bem visível, no direito do trabalho, de modo a não perder de vista o local em que o novo fio deve sair para continuar o trabalho.

Saia com o outro fio no mesmo ponto onde o anterior terminou

Saia com o próximo fio exatamente no mesmo lugar em que está o fio a ser finalizado.

Isto é muito importante: alguns pontos ficam muito feios se a troca da linha não é feita corretamente.

Continue seu bordado normalmente

Continue a fazer os pontos do bordado normalmente e arremate os fios no fim do trabalho conforme a técnica explicada no início.

 

Como bordar uma quina ou virar em ângulo reto

Como bordar uma quina

Continue a trabalhar sem alterar o andamento de entrar para trás e sair na frente da linha, mesmo virando a quina.

Não tem segredo.

Avesso da quina bordada

Fica um pequeno ponto diagonal no lado do avesso.

 

Dicas finais

 

Verso do ponto atrás

O avesso do ponto atrás é o ponto haste, que fica parecendo um cordão, mais grosso que o direito. Assim todo cuidado na hora de arrematar; evitar fazer mais que um arremate no mesmo lugar. 

O arremate entrelaça cerca de 5 pontos, isto é suficiente. Evite atravessar grandes espaços, isto fragiliza o trabalho e pode prejudicar o direito do trabalho. É melhor atravessar pequenos espaços do que arrematar várias vezes.

 

Avesso do trabalho pronto

A primeira coisa a fazer para ter um bom avesso é fazer um bom bordado no direito. E não ficar com “Síndrome de Avesso”. Esta é uma doença impeditiva, causadora de danos consideráveis.

Ao que parece, o conceito de que a qualidade de um bordado deve ser medida pelo avesso, tem muitos adeptos, particularmente entre as pessoas que não bordam.

A prioridade deve ser sempre o direito do trabalho. Um trabalho cujo direito está bem feito tem, necessariamente, o melhor avesso possível, caso contrário o direito também não estaria bom.

 

Bordando o ponto atrás com capricho

Isto conclui a nossa aula sobre ponto atrás.

Por favor, escolham seus fios, preparem essa etapa, e lembrem-se que vamos fazer um projeto depois com tudo o que está sendo bordado nestas aulas.

O risco para a próxima aula está aqui, clique nesses links para imagens: Risco1 ou Risco2 Essa será a tarefa para a próxima aula: já deixem preparado no tecido.

Informações complementares sobre os materiais usados assim como dicas e links para gráficos e outros tutoriais podem ser encontrados em meu blog, clique, Ofício da Agulha.

A peça de hoje foi bordada por Monica Moura: lindos pontos, ótimo avesso!

Fotos: Monica Moura

Paula Marcondes, professora de técnicas de bordados

Sou Paula Marcondes, colunista de Bordado.

Acompanhem meus trabalhos lá no Ofício da Agulha.

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , ,

32 Responses to Como bordar usando ponto atrás

  1. Wanda Ertner de Oliveira 31 de maio de 2015 at 21:09 #

    Que bom, alguém que se lembrou de ensinar o acabamento de um bordado pelo avesso. Ainda tinha coisa que eu não sabia. Obrigada Paula. Estou aguardando ansiosa a próxima aula. Melhoras a você.

Deixe uma resposta