Areia, rodeada de história, engenhos de cana de açúcar e Mata Atlântica

Casario antigo de Areia, tombado pelo Iphan Casa de Pedro Américo em Areia

Fazia tempo que eu queria passear pelo interior aqui da Paraíba. São muitos os destinos que oferecem contato com a natureza além de muita história, inclusive do tempo dos dinossauros. Nesse primeiro passeio decidimos ficar na região do Brejo Paraibano e conhecer a cidade de Areia, tombada pelo Iphan em 2006. Areia fica distante uns 120 km de João Pessoa, num percurso que dura 2 horas de uma viagem tranquila, seguindo pela BR 230.

Alagoa Grande e sua Igreja Matriz

Chegando em Alagoa Grande Vista de Alagoa Grande, lá embaixo

Ao tomarmos o acesso para Areia, cruzamos por uma pequena cidade, Juarez Távora, e depois por Alagoa Grande, terra de Jackson do Pandeiro, que tem uma paisagem bem interessante. Aliás, todo o caminho é muito bonito, pois Areia fica no topo da Serra da Borborema, a 618 metros de altura, e é cheia de vales e montanhas, visual perfeito para quem procura o roteiro cultural Caminhos do Frio, da Paraíba. É gente, é isso mesmo…….. tem ares bem mais fresquinhos aqui no Nordeste.

Fachada antiga tombada pelo Iphan Casa tombada pelo Iphan Igreja MAtriz Nsª Srª da Conceição

Areia foi tombada porque possui uma arquitetura do período imperial que está quase intacta. Passeando por suas ruas temos a impressão de voltar no tempo não fossem os automóveis. Berço de Pedro Américo e José Américo de Almeida, Areia participou ativamente de muitos episódios revolucionários, fatos que podem ser revividos em um dos seus três museus. Inicialmente a cidade era ponto de parada para os tropeiros que seguiam para a capital, e ganhou importância por suas terras produtivas, onde fazendeiros vieram instalar seus engenhos de cana de açúcar. Atualmente, esses engenhos são importantes pontos turísticos, com seus casarões preservados oferecendo visitas com degustação e até hospedagem.

Caminhos dos Engenhos

Casas de tropeiros nos Caminhos dos Engenhos Acessos aos Engenhos de Areia

Areia oferece um roteiro chamado Caminhos dos Engenhos, onde o visitante pode ver engenhos em pleno funcionamento e alguns já extintos. Também há passeios por trilhas ecológicas, com topografias mais acidentadas e repletas da mata atlântica para quem gosta de mais aventura. Pousadas e Restaurantes simples, mas deliciosos e aconchegantes. Resumindo, Areia é um destino que vale à pena, e mesmo sendo uma pequenina cidade no topo de uma serra, merece mais de um dia de estadia.

Dica: visitem a cidade incluindo ao menos um dia de semana, pois nem todos os espaços ficam abertos à visitação nos domingos. E fiquem atentos ao período de chuvas pois elas podem impedir a visita ao balneário de Furnas, o que aconteceu conosco. O acesso de 5 km em estrada de chão estava bem complicado, não deu para chegar. Ah, antes que eu esqueça, quem é apreciador não deixe de comprar a cachaça brejeira da cidade, que é vendida em litro por moradores antigos, é só pedir informação, todos indicam . São deliciosas e não dão dor de cabeça, acreditem.

Sr Castelo e Cris Cris em Alagoa Grande

Eu indico: a parada para o almoço na Churrascaria do Castelo foi totalmente às escuras, mas fomos muito felizes. O ambiente é extremamente rústico, e o proprietário, Sr. Castelo ( há 23 anos no local), é muito simpático, dá muitas dicas, e oferece um cardápio delicioso e de preço muito acessível. O prato mais famoso que participa do guia Brasil Sabor Paraíba 2009, é o Porco no Melado da Senzala, feito com o pernil do porco no molho de maracujá, coberto com mel de engenho. Serve 3 a 4 pessoas e custa R$25,00. A churrascaria fica na Rua José Rufino de Almeida, 1214 – Bairro Universitário. E para quem desconfiar : não, eu não ganhei nada para falar do Sr. Castelo. É uma indicação pessoal, de quem foi turista em Areia por um dia.

Churrascaria do Castelo Praça João Pessoa em Areia

Informações para hospedagem, pontos turísticos e passeios acesse o site da Prefeitura de Areia

Você vai gostar também de:

, , , ,

7 Responses to Areia, rodeada de história, engenhos de cana de açúcar e Mata Atlântica

  1. Alexsandro silva 18 de novembro de 2012 at 15:30 #

    Fui em abril de 2012,adorei a cidade,a receptividade das pessoas é tudo de bom,amei a cidade de alagoa grande,principalmemte furnas.visite paraiba é muito linda,você nåo vai se arrepender….

  2. edna 4 de julho de 2011 at 10:14 #

    adorei tdo isso ……….. domingo estsmos indo visitar vcs ai ,, é uma turma das escola q está indo visitar o engenho e essa cidade maravilhosa de vcs . bjos

    • Cris Turek 4 de julho de 2011 at 13:22 #

      Edna, a cidade é uma graça, o passeio ao redor também. Aproveitem bastante.

  3. nelson almeida 30 de novembro de 2009 at 17:48 #

    é muito bom ver as pessoas falando bem da sua terra muito obrigado, sou paulista apaixonado por areia, moro nessa cidade a 25 anos, trnho ate um blog sobre ela nelllalmeida.blogspot.com um abraço

  4. Sandra 4 de agosto de 2009 at 18:25 #

    Outra dica de Areia:
    Pra quem for para Areia, não deixe de conhecer o Teatro Minerva, construído em 1859: é o mais antigo da Paraíba é lindo.

  5. ivone 4 de agosto de 2009 at 17:40 #

    GOSTEI MUITO DA MATERIA POIS AMO TODA A PARAIBA É RICA EM BELEZA,COM PARTICULARIDDADE PARA O BREJO É CARIRI

  6. Clauduardo abade 4 de agosto de 2009 at 9:49 #

    Adorei a dica,espero que em breve farei esta viagem. Nosso Brasil é muito lindo.

Deixe uma resposta