Cartonagem projetada, entendendo a técnica

Cartonagem projetada, dicas da técnica

Fiquei surpresa com o quanto o meu post sobre cartonagem despertou interesse. Muitas amigas me escreveram com algumas dúvidas e o post de hoje é praticamente uma resposta à todos, com dicas da técnica da cartonagem projetada, que vão ajudar bastante.

No post da carteira eu expliquei que estava testando um kit onde os moldes são entregues prontos pra desenvolver o projeto, sem necessidade de ajustes ou pré montagens. 

Por este motivo não dei os moldes, porque eu os recebi prontinhos pro uso e o post demonstrou o modo de construir a peça a partir deles.

Algumas pessoas me fizeram algumas perguntas que talvez também sejam as suas dúvidas:

Como eu faço para conseguir aqueles moldes?

No caso do meu tutorial, ao adquirir o kit você recebe 4 moldes prontos para usar, mas que você pode copiar e guardar para reproduzir outras vezes, se desejar. No post tem o link de onde encontrar o kit.

Fora isso, existem revistas com moldes variados e na internet, com uma boa pesquisa, você encontra muitas dicas para download. Mergulhe de cabeça e navegue.

Como eu faço para criar modelos sob medida?

Taí uma pergunta muito justa. Digamos que por um acaso ou por uma necessidade especial de um cliente, você precisa de uma peça com medidas específicas ou então precisa criar algo diferente, e de repente nem sabe por onde começar.

Talvez você queira criar uma bolsa com a sua assinatura ou um estojo ou utilitário que ainda não encontrou um molde pronto. Para estes casos você precisa ter conhecimento de cartonagem projetada. Vamos falar um pouco sobre isso?

 

O que é cartonagem projetada

Peças com finalidades específicas

A cartonagem projetada, como diz o nome, tem um elo com os desenhos técnicos de projetos, quando precisamos de medidas exatas e calculadas corretamente para que tudo se encaixe.

Na minha geração haviam os cursos profissionalizantes, e entre eles o de desenho técnico com foco em projetos. Na época nem se pensava em computadores domésticos, então era tudo na mão.

Eu aprendi muito e por isso tenho facilidade em entender este tipo de traçado, mas sei que muitas pessoas não conseguem visualizar um objeto quando está num desenho no papel. Caaaalma, nada que não se possa aprender  😀 

Traçando seu projeto do zero

Artesanatos de natal, aprenda agora

Resumindo, na cartonagem projetada desenvolvemos um projeto que nós mesmos idealizamos, pra finalidade que desejarmos. Através desta técnica é possível definir o desenho, os cortes e a execução da peça desde a sua concepção.

Escolher o tamanho final da peça, os encaixes, as tampas, os tipos de acabamento e executar tudo de modo que no final a peça se apresente perfeita, pede um pouco de raciocínio lógico e atenção na definição de medidas.

Imaginou que legal? Poder criar uma caixa, um baú, uma maleta, uma bolsa ou qualquer outro objeto, segundo um ideia totalmente sua?

Isso é super interessante. E com ela vem a última pergunta que me fizeram:

Como aprender a projetar uma peça em cartonagem?

Encontrei um material bem completo pra quem está iniciando a cartonagem projetada, ensinado pela artesã Alice Yozhiyoka, no Canal do Artesanato.

Não é de hoje que eu comento que esta é uma das minhas fontes de pesquisa preferidas e que me mantém atualizada para novas técnicas artesanais. Lá eu achei estas aulas, específicas de cartonagem projetada.

São várias aulas, desde dicas de materiais e ferramentas, até a construção de algumas peças curinga através das quais você pode entender o raciocínio que está por trás da cartonagem projetada.

Instrutora da cartonagem projetada

Eu achei a didática da Alice muito clara para um tema que requer atenção e exatidão.

Gostei das dicas e segredinhos que ela passou e percebi que ela torna mais fácil de entender o raciocínio de construir um objeto a partir de uma ideia.

Com este treinamento podemos criar peças para finalidades específicas sem a necessidade de fazer adaptações de outros projetos. O resultado é bem mais exato e bem acabado.

Como ler um diagrama

Por fim ela também dá dicas de como interpretar diagramas de corte que encontramos em nossas pesquisas. Sim, nem sempre é olhar e fazer; algumas vezes é preciso um pouco mais de compreensão.

A cartonagem é bem abrangente, e como temos uma variedade de materiais à disposição, conhecer estas nuances é muito útil pra quem quer subir um degrau acima na execução da técnica.

Se este é o seu caso, clique no botão abaixo e confira o funcionamento para assistir às aulas. Você tem um prazo para testar gratuitamente, então não custa nada se inscrever. Eu sou assinante e indico.

Quero testar

Se ainda restou alguma dúvida, me escreva aí nos comentários.

Té+

Fotos: Canal do Artesanato

 

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , , , ,

2 Respostas para: Cartonagem projetada, entendendo a técnica

  1. Marcia Bernardes 3 de novembro de 2016 at 10:36 #

    Boa tarde, sou professora de artes aplicada dou aula à 10 anos, sou vem conhecida em minha cidade
    Já fiz alguns projetos em revistas como a petch e afins
    Gostaria de fazer parte do time de professores de vocês, como faço? Sei que tenho muito para colaborar. Um abraço Marcia

    • Cris Turek 3 de novembro de 2016 at 10:54 #

      Marcia, você fala de ser professora do Canal do Artesanato ou da Vila?

Deixe uma resposta