Cerâmica feita nas coxas

Telhas de barro feitas nas coxas

Não, não estou fazendo nenhum tipo de crítica não, mas a frase está correta. Vou explicar.

No tempo da escravidão no Brasil, quando um escravo estava doente ou ferido e não podia ser aproveitado para os trabalhos normais, para não ficar sem nenhuma atividade era destinado à confecção de telhas de barro. Isso mesmo, aquelas telhas que são das coisas mais comuns de serem feitas com o barro, muito mais simples que a cerâmica.

Naquela época, o escravo usava sua própria coxa para dar forma à telha. Tá dando pra imaginar, não é? Pois então, exatamente porque uma coxa nunca é igual a outra, as telhas ficavam todas diferentes, é claro. Imagine então o telhado. Daí é que vem a famosa expressão ” feito nas coxas”, que é usada para adjetivar as coisas que são feitas sem muito padrão.

Interessante, heim?

Foto:Só Curiosidades

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , ,

18 Respostas para: Cerâmica feita nas coxas

  1. joão francisco veloso luiz 31 de agosto de 2014 at 17:27 #

    uma telha deste 77 cm que tamanho tinha que ter este homem uma coxa so da para moldar uma telha 36 cm 180.p/ 36cm p/77cm 395 altura

  2. joão francisco veloso luiz 31 de agosto de 2014 at 17:22 #

    eu acho que as telhas tinha uma forma semeliante de madeira a de uma telha eu acho telha na coxa e mito
    com certeza eles tinham uma forma simpli de fazer eles não eram burros

  3. giana Amorim 26 de novembro de 2012 at 10:00 #

    Bom dia!

    Estou refazendo meu telhado.
    Tenho em torno de 6000 (seis mil) telhas em venda , capa e canal,
    “feitas na coxa”. PODE me ligar no 11-7734 9753 em ITU – SP.
    Estas telhas vieram pra Itu, ha algums decadas, de uma fazenda demolida em Formiga-MG.

    Grata
    Giana

  4. Sergio 27 de outubro de 2012 at 15:27 #

    Em Lagoa Dourada MG, existia um artesao, o seu Paulo, que fazia essas telhas inclusive com as marcas de dedos.Eram muito usadas para recompor os telhados em Tiradentes MG e outras localidades…

  5. Margareth 28 de fevereiro de 2012 at 9:45 #

    Oi, Achei muito interessante esse post e resolvi compartilhar no meu blog. Coloquei os devidos créditos, ok? Caso haja algum problema é só me informar que retiro.
    Adoooorooooo tudo o que vocês divulgam aqui.
    Bjs

    • Cris Turek 16 de maio de 2011 at 11:33 #

      Gilmar, essas curiosidades nós pesquisamos na interne, mas vou ficar devendo mais detalhes. Se alguém souber pode compartilhar conosco através desses comentários.

  6. TOVA 24 de outubro de 2009 at 12:23 #

    EU TENHO ESSA TELHA, 5 MIL TELHAS. QUERO VENDER POR 50 CENTAVOS PORQUE TENHO QUE TROCAR O TELHADO. ESTAO EM PERFEITO ESTADO. QUERO VENDER RAPIDO POR ISSO QUE PECO ISSO. SEI QUE VALE MUITO MAIS. ESTOU EM TERESOPOLIS

  7. Fernando Mazza Fernandes 27 de setembro de 2009 at 6:46 #

    Tenho algumas telhas de barro de uma Fazenda que foi demolina na nossa região para dar lugar a uma usina hidro elétrica de FURNAS, a fazenda era uma das mais importante da região… Foi morada do Barão de Ayruoca, que la morreu e foi enterrado…
    A telhas tem alguns desenhos que dizem os antigos que eram o registro do escravo que a moudou (tipo um carimbo feito com o dedo), sou colecionador de obejetos antigos de fazenda e essa telha é uma relíquia…

  8. Dawn 22 de março de 2009 at 12:57 #

    Oi, gostaria de saber, a história completa de um Ceramista, o nome, onde nasceu, local de seu atêlia ou oficina, material que era usado por ele e onde era retirado.Os tipos e as cores de argila trabalhada por esse artista, a técnica trabalhada por ele e as ferramentas utilizadas, onde busca inspiração para desenvolver o trabalho, e o que representa o trabalho para o próprio artista .

    Se conseguir, me mande uma msg pelo meu e-mail.
    quero a resposta, até a terça -feira.

    Obrigada, desde já.

  9. Lourismar Barroso 13 de março de 2009 at 14:28 #

    Quanto as telhas feitas nas coxas elas são verdadeiras sim. Sou do Norte do Brasil e pela curiosidade que me coube fui até o litoral fluminense onde pesquisei e encontrei as tais telhas. Na cidade de Cabo Frio, encontrei várias telhas no Convento de Nossa Senhora dos Anjos, onde as mesmas datam do século XVII (1685), lembrando que a vinda de escravos para o Brasil datam desde o século XVI.

  10. reginaldo 14 de fevereiro de 2009 at 17:45 #

    a maior telha esta comigo e uma reliquia dos escravos

  11. reginaldo 14 de fevereiro de 2009 at 17:41 #

    eu tenho a maior telha feita pelos os escravos e tenho como provar q e verdade

  12. ulisses 1 de outubro de 2008 at 11:00 #

    Queria muito conhecer lugares feitas com telhas construidas pelos escravos.
    No lugar onde moro apenas tem uma fazenda do pilão d”água muito antiga onde escravos foram trazidos

  13. Cris 1 de agosto de 2008 at 13:06 #

    Olá Luiz.
    Essa curiosidade da cerâmica feita nas coxas foi extraída de um site especializado em cerâmica, organizado por pessoas que conhecem bem as propriedades desse material e com mais condições de explicar o porque da cerâmica não perder a forma ao ser retirada da perna. No caso estão registrando um hábito praticado pelas gerações mais antigas baseados em registros e relatos históricos dos mesmos.
    Mas talvez você tenha mesmo razão. Nesse caso o ideal seria um trabalho de pesquisa mais profundo para se comprovar o erro desse registro. Agradeceríamos se você puder contribuir com algum material nesse sentido. O objetivo do blog é esse mesmo, que as pessoas participem, com opiniões e informações.
    Um abraço.

  14. Luiz Quintanilha 1 de agosto de 2008 at 1:12 #

    Eu acho que existe controvérsia nesta história. Eu vi uma telha desta bem de perto e a textura que havia na parte de baixo dela não se assemelha nada com a pele da perna de uma pessoa.
    Primeiro que se a telha fosse moldada na perna teria que se manter ali até secar para ser colocada no forno, senão perderia a curva quando retirada do membro. Seria muuuuito mais prático usar um tronco de árvore para usar como molde e deixar ao sol. Pode ser sim que em algum lugar se tenha tentado fazer as telhas desta forma, mas seria muita burrice. Por isso essa história não me convence.

  15. Cris 28 de junho de 2008 at 11:38 #

    Olá Luciana.
    Incrível o que descobrimos quando pesquisamos sobre os detalhes que formaram a nossa cultura. Com certeza muitas coisas são lamentáveis, não só na história antiga como na atual. O que devemos fazer sempre é ficar com a parcela positiva de todas as experiências. A arte tem esse importante papel.
    Um grande abraço.

  16. Luciana Castelli 27 de junho de 2008 at 12:05 #

    OI, Cris ….tudo bem ?

    Lá em Porto Seguro BA , podemos ver as casas com essas telhas. É historia pura, pena que de forma tão desumana.

    Abçs

    Luciana Castelli

Deixe uma resposta