Cestaria, muito mais que um utilitário

Cestarias de fibras diversas, do utilitário para a decoração

Em épocas de viagens de férias, curtir novos lugares, relaxar a mente e despertar o curioso que vive em nós, nada melhor que feira de artesanato, não é? Aqui em João Pessoa temos anualmente o Salão de Artesanato da Paraíba, que serve bem de exemplo para o que vou comentar.

Nesses lugares, normalmente descobrimos a riqueza da nossa cultura, essa cultura brasileira cheia de histórias, miscigenação e que é um espelho de uma realidade que nem sempre percebemos. É exatamente num ambiente desses que descobrimos coisas pra lá de interessantes.

Um tipo de trabalho artesanal, que existe de norte a sul, é a cestaria. São as tramas e trançados nas palhas e fibras de cada região. Adoro, adoro, adoro. E pensar que bem antigamente, essas coisas eram apenas utilitários, do tempo que plástico estava nas profundezas da terra em forma de óleo bruto e nem se imaginava o que de bom e ruim viriam pela frente.

Bem, a verdade é que, pra nossa sorte,  hoje esses materiais estão retornando, nos apelos ecológicos preservacionistas, e também pelas mãos de designers que agregam altíssimos valores às suas criações, apenas pelo nome que assinam embaixo, mas até mais pela simplicidade aplicada aos objetos, essa que nós deixamos de enxergar.

Cesto com design feito em bambú

Um exemplo é a cesta ao lado, que encontrei no site de design Better Living, quer mais simples e genial do que isso?

Então, quando você estiver na feirinha do calçadão, ou no vilarejo, lá naquela praia isolada, olhe bem para aquelas cestinhas que você teima em não dar a menor bola. Tem coisa ali que vale pra caramba, pelo despojamento, pela praticidade e por ser assim tão simples. Vamos prestigiar a tão rica cultura popular desse país. Vamos levar essa riqueza pra dentro de casa.

Leia mais sobre fibras, clique Fibras naturais em objetos do lar

Fotos: 1. Dreamhouse, 2.Better Living

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , , , ,

9 Responses to Cestaria, muito mais que um utilitário

  1. samiya 25 de outubro de 2011 at 14:01 #

    lindoa eu achei e esto prescisando de um para u artesanato da escola da semana cutural gostei muito vcs estao de parabens adorei e se minha turma vence fui sua sesta que me ajudo a vence pq ela e linda

    • Cris Turek 25 de outubro de 2011 at 14:47 #

      Samiya, vou ficar torcendo por vocês. Beijos.

  2. Antiqua & Arte Ltda 31 de março de 2011 at 10:52 #

    Bom Dia!

    Por gentileza gostaria de receber catálogo de produtos e preços para revenda.

    Obrigado.

    A Vila não revende peças em atacado. Consulte nosso site de classificados e encontre bons artesãos por lá. Clique: http://www.viladoartesao.com.br/classificados Gratos.

  3. carmen regina farias 30 de maio de 2010 at 22:48 #

    gostaria de aprender a tecnica passo a passo como faço para conseguir, amo artesanto e gosto de produzir meus produtos por favor me envie se possivel

    • Cris Turek 31 de maio de 2010 at 18:14 #

      Carmen, ainda não tenho nenhum pap com a técnica da cestaria. Seu pedido está anotado, assim que possível eu publico alguma novidade aqui no blog.
      Fique de olho. Beijos.

  4. VALQUIRIA BIZATTO 28 de março de 2010 at 19:02 #

    Boa noite,

    Meus parabéns; seus trabalhos são lindíssimos.
    Como faço para poder comprá-los?
    Aguardo ansiosa uma resposta.
    Gratíssima pela atenção.

    Valquíria Bizatto.

    • Cris Turek 28 de março de 2010 at 20:21 #

      Olá Valquíria. As peças que dispomos para venda estão na coluna Bazar da Vila. As demais peças que te agradaram você deve me relacionar e escrever que eu envio os contatos dos artesãos para que você negocie diretamente com eles, ok? Fico aguardando.

  5. ANDERSON GOETZ 10 de abril de 2009 at 17:16 #

    Ola gostaria de mais informacoes sobre seus produtos, se possivel catalogo e tabela de preco ou e-mail
    End:
    ANDERSON GOETZ
    AV DEP ULISSES GUIMARAES, 35 JD AMERICA
    REGISTRO SP CEP 11900-000

    NO AGUARDO,

    ANDERSON Goetz

  6. Ceres Fasanaro 19 de fevereiro de 2009 at 16:39 #

    Parabens, maravilhoso o seu trabalho.

Deixe uma resposta