Clóvis Júnior é do caju

O Ciclo da Vida de Clóvis Júnior, artista do naif paraibano

Veio de Guarabira esse artista plástico tão ligado à terra nordestina, aos seus símbolos e signos, ao que representa ser feliz por nascer nordestino. Quebrando com a idéia pré-concebida de que ser nordestino é ser triste e sofredor, já começa por aí a diferença que se encontra nas obras de Clóvis Júnior.

Seu trabalho nos mostra todo esse universo folclórico e cultural, as festas juninas, as figuras místicas, a religiosidade do sertanejo e vai invadindo a cidade. Mostra o verde que permanece, a cultura que vive por entre os casarios antigos. Esse seu envolvimento com sua terra e com sua preservação, redescobrimos todos os anos com o bloco Boi do Bessa, o boi com chifres de caju. O exemplo de quem se importa está aí, manter viva a memória do que era um bairro coberto por cajueiros e colorido de frutos. E o caju está presente em suas telas e em suas gravuras.

Esse é Clóvis, um dos grandes nomes do naif brasileiro, quanto mais da Paraíba. Levando o caju para o mundo e para dentro das pessoas, com sua alegria e orgulho de pertencer à essa terra nordestina. A tela que apresentamos chama-se O Ciclo da Vida.

Foto: Marcelo Pereto

, , ,

Uma Resposta para: Clóvis Júnior é do caju

  1. nébia lucena 22 de novembro de 2010 at 10:24 #

    clovis jr,deixa nossa cidade[guarabira RAINHA DO AGRESTE PARAIBANO]muito orgulhosa por ter um artista do nivel não so paraibano, brasileiro mas internacionalmente reverenciado como é,no rol da prefeitura temos uma tela lindissima doada pelo mesmo.

    Nébia, o Clóvis é um grande artista que tenho o prazer de conhecer e sei o quanto ele é gentil em ceder suas obras. Merece todo o nosso respeito, obrigada.

Deixe uma resposta