Como fazer um assento de cadeira estofado

Minhas cadeiras reformadas com novo assento estofado

Era uma vez uma cadeira que precisou ser reformada e no final feliz ela ganhou um assento estofado. Essa cadeira da história é minha e sofreu um acidente quando meu pequeno irmão de 1,90m usou-a como escada. Resultado: o assento de madeira não resistiu aos seus 110 Kg. Há salvação? Sim, e eu vou mostrar como fazer esse assento estofado, numa dica que vale para muitos modelos de cadeira.

O importante é que podemos fazer esse trabalho num custo muitas vezes inferior ao que encontramos em estofadores. É claro que algum investimento é necessário, mas investimento sempre pode dar muito retorno. Vamos conferir?


Clique e adquira já o seu curso

Como fazer assento estofado

 

Precisaremos de uma base de madeira ou MDF, espuma grossa para estofamento, manta acrílica, tecido decorado, cola de contato e grampeador de estofador.

 

Cadeira danificada com assento quebrado

Aí está a cadeira acidentada. Seu assento que era de madeira, quebrou. A saída foi encomendar com um marceneiro uma base em MDF um pouco maior do que a abertura. Cortei um modelo em papelão e providenciei a base do meu assento.

Corte a espuma no tamanho da base do assento

Corte a espuma no tamanho da base do assento. Use a própria base como régua e um estilete bem afiado.

Aplique cola de contato na base de madeira

Aplique cola de contato na base de madeira, por toda a superfície. Cola de contato é aquela cola de sapateiro de cheiro forte. 

Aplique cola de contato na espuma

Aplique também na espuma. Aguarde alguns minutos para dar o tempo de pega.

Cole a espuma na base de madeira

Depois de alguns minutos, cole a espuma na base de madeira. Pressione bem para que a espuma fixe em toda a superfície.

Grampeie a manta acrílica envolvendo a espuma

Corte a manta acrílica num tamanho que envolva toda a espuma e possa ser grampeado no avesso com folga. Grampeie uma das laterais primeiro e a lateral inversa em seguida, ajustando para não ficar frouxo. Repita com as outras laterais.

Grampeie a ponta formando um triângulo

Grampeie a ponta dobrando a manta para o centro formando um triângulo, como na imagem.

Grampeie uma das dobras

Grampeie uma das dobras sobre o triângulo ajeitando para não ficar grosso.

Grampeie a outra lateral do mesmo modo

Grampeie a outra lateral do mesmo modo, arrematado por cima das anteriores. Se necessário corte o excesso de manta para não ficar uma camada muito grossa. Repita nas outras pontas.

Puxe o tecido para que fique bem alinhado

Corte o tecido decorado num tamanho um pouco maior do que cortou a manta acrílica. Posicione o assento estofado no tecido, dobre a borda para dentro e estique para ficar alinhado.

Agora grampeie o tecido sobre a manta acrílica

Agora repita o mesmo procedimento de fixação. Faça tudo exatamente da mesma forma que fez com a manta, ajustando para não ficar frouxo.

Grampeie a ponta do tecido para o centro

Grampeie a ponta do tecido para o centro. 

Grampeie uma das laterais sobre a ponta

Grampeie uma das laterais sobre a ponta, dobrando o tecido antes de grampear para dar um bom acabamento.

Grampeie a outra lateral sobre as anteriores

Grampeie a outra lateral sobre as anteriores e reforce bem os grampos. Se necessário use um martelo para que eles penetrem bem na madeira. Repita em todas as bordas.

O assento está prontinho. Para fixar na cadeira eu optei pela cola de contato, aplicando na borda de baixo do assento e na aba da cadeira. Depois foi posicionar e pressionar bem para fixar. Ficou perfeito.

Abaixo está o antes e depois da cadeira acidentada e com um novo visual de tecido de chita. Tudo a ver com minha casa cheia de artesanato e peças rústicas.

Cadeira danificada antes da reforma
Cadeira depois de receber um assento estofado
Como eu tinha duas cadeiras iguais, decidi renovar a outra também e fiquei com um par de novas cadeiras. O bacana é que quando eu cansar dessa estampa de tecido, poderei retirar a base, aproveita-la e ter uma nova cadeira totalmente diferente se assim eu desejar.

 

Cadeiras prontas, um novo assento estofado para uma nova vida

Aproveitem a dica e lembrem que mais vale um móvel de qualidade recuperado que substituído.

Vejam uma reforma de assento para outro modelo de cadeira, clique Como reformar um assento de cadeira

Fotos e passo-a-passo: Cris Turek

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , , , ,

66 Respostas para: Como fazer um assento de cadeira estofado

  1. Nara R 13 de abril de 2016 at 15:58 #

    Adorei a ideia dos cantinhos. Não sabia, quando reformado meus assentos. Fiz, usando meus instintos. O grampeador, aqui em Porto Alegre RS ,está mais ou menos RS 80,00. Fico esperando novidades. Grata.

    • Cris Turek 13 de abril de 2016 at 16:26 #

      Um beijo e obrigada por escrever, Nara.

    • Amanda 13 de julho de 2016 at 12:54 #

      Grampeador tem no site da Kalunga, dica comprei o de R$ 82,00 reais pelo grampeador suportar grampos maiores e mais resistentes.Abs

  2. Francy 17 de janeiro de 2016 at 9:09 #

    Ótimas dicas!

    • Cris Turek 18 de janeiro de 2016 at 11:58 #

      Obrigada Francy, beijos.

  3. francilene 6 de janeiro de 2016 at 18:21 #

    Vcs são muito criativos,parabéns.

    • Cris Turek 6 de janeiro de 2016 at 19:05 #

      Valeu Francilene, obrigada pelo incentivo 😉

  4. Nazide 29 de maio de 2014 at 9:44 #

    Amei vou deixar minhas cadeiras lindas, vou procurar hoje mesmo o preço desse grampeador.
    Outro dia reformei 4 cadeiras de terraço, só substitui o tecido, então eu comprei uma caixa de alfinete que tem a cabeça com taxa e usei um martelo deu certo: Mais o melhor é usar grampeador apropriado: Beijos.

  5. cris 4 de abril de 2014 at 22:53 #

    Muito bom e prático…. vc foi perfeita na explicação e não precisou dizer muito…..está de parabéns… simplicidade, amor, humildade, dedicação, misericórdia e muitas outras qualidades. Deus certamente te ama. Agradeço ver pessoas boas que dividem o que sabem. Muitas felicidades nessas mãos abençoadas. Bjoxxx.

    • Cris Turek 7 de abril de 2014 at 18:36 #

      Cris eu é que agradeço suas palavras. Beijos.

  6. Keila Costa 5 de dezembro de 2013 at 11:13 #

    Amei sua sugestão,bem explicadinho.Poste mais idéias p q possamos alegrar ainda mais tanto nossa casa qnto ambiente de trabalho.Parabéns e sucesso.
    Keila costa

  7. elisabete silva 7 de novembro de 2013 at 12:52 #

    adorei é quero aprender mais com aqui em casa já vou começa nas cadeira veio na hora certa obrigado Elisabete

  8. IÊDA 9 de setembro de 2013 at 7:51 #

    ADOREI A DICA! GOSTARIA UMA DICA PARA FAZER UM TRIANGULO PARA ENCOSTO.

    • Cris Turek 9 de setembro de 2013 at 19:00 #

      Iêda não entendi o que seria.

  9. Ruth Viana 12 de agosto de 2013 at 21:04 #

    Ficaram lindas suas cadeiras. Adorei. Será que consigo um bom resultado em cadeiras de assento redondo? Como faço pra não franzir tanto? Obrigada.

    • Cris Turek 13 de agosto de 2013 at 18:27 #

      Ruth consegue sim. Pra não franzir, picote dentes ao redor do molde com a tesoura.beijos.

  10. Ezilda Maria 3 de abril de 2013 at 18:54 #

    Quem idéia maravilhosa, nem tinha pensado que eu mesma poderia trocar o tecido das minhas cadeiras, que são oito e estão precisando de uma nova coberta. Os assentos são removíveis, só precisam encaixar nas cadeiras, vai ser fácil de reformar. Obrigada pela dica e que Deus lhe abençoe e ilumine sua vida cada vez mais. Um grande abraço.
    Onde posso comprar o grampeador?

    • Cris Turek 3 de abril de 2013 at 19:03 #

      Casas de ferramentas Ezilda. Divirta-se.

  11. Gislene 13 de fevereiro de 2013 at 21:30 #

    Adorei, estou reformando minhas cadeiras e gostaria de saber, onde compro e como recortar as espumas.

    obrigada

    • Cris Turek 14 de fevereiro de 2013 at 15:06 #

      Gislene veja no post como cortei a espuma. Você encontra em lojas especializadas em tecidos para estofamento.

  12. cleusa 15 de novembro de 2012 at 10:38 #

    adorei a ideia ,mas minhas cadeiras não são de assento removivel, mesmo assim de ideia util .

  13. Vanessa 26 de outubro de 2012 at 15:44 #

    ADOREI A IDEIA GOSTARIA DE SABER SE O TECIDO TEM QUE SER ESPECIFICO OU PODE SER QUALQUER UM.OBRIGADA.

    • Cris Turek 26 de outubro de 2012 at 18:27 #

      Vanessa pode ser qualquer um sim.

  14. India 19 de outubro de 2012 at 13:49 #

    lindo trabalho!!
    qual cola vc usa para colar as pastilhas no piso,cola branca comum?
    Obrigado por compartilhar seu trabalho com agente…
    Bjinhus!
    Que Deus te de muita Força,Saude e Felicidades…

    • Cris Turek 26 de outubro de 2012 at 19:11 #

      India Use cola cascorez extra.

  15. elena maria farias martins 16 de agosto de 2012 at 21:00 #

    eu tenho uma cadeira de ferro , so que ela eh daquelas com encosto de ferroredondo tem um estofado de tecidoja tirei o tecido velho e comecei a fazer outro mas nao sei se vai sair , queria uma dica. obrigado

    • Cris Turek 17 de agosto de 2012 at 20:44 #

      Elena nunca restaurei uma cadeira desse modelo, mas minha sugestão é observar atentamente como é a montagem dela para repetir com materiais novos. Não tem porquê não funcionar, é só fazer exatamente a mesma coisa que já existe. Boa sorte.

  16. Ruth Simonetti 1 de agosto de 2012 at 9:19 #

    que bom, tb gostaria de saber o nome do grampeador e se é muito caro, mas com certeza vai nos fazer economizar com o tapeceiro . bjs

    • Cris Turek 1 de agosto de 2012 at 14:48 #

      Ruth é grampeador de estofador e não é caro, mas não recordo o valor. Beijos.

  17. maria 31 de julho de 2012 at 21:49 #

    Só hoje pode ver seu trabalho e gostei muito porque a explicação vai até ao pormenor bem-haja .FELICIDADES.

  18. Ruth Simonetti 30 de julho de 2012 at 14:52 #

    adorei as dicas porque não sabia como fazer p/ arrumar as cadeiras, será que consegui me cadastrar? bjs

    • Cris Turek 31 de julho de 2012 at 19:43 #

      Ruth se deu tudo certo você já deve estar recebendo nossas dicas. Beijos.

  19. vanda 1 de maio de 2012 at 14:56 #

    MUITO BOM ESSA DICA PRA DECORAR CADEIRAS,NÃO CUSTA CARO E VC AINDA DEIXA SUA CASA LINDA !!! PARABÉNS FICOU SWOU DE BOLA.

  20. Hosana Medeiros 29 de abril de 2012 at 22:39 #

    Ficou o máximo!!! Amei. Será que posso fazer o mesmo com banquinhos de plástico?
    Hosana Medeiros
    Bjão.

    • Cris Turek 30 de abril de 2012 at 23:43 #

      Hosana, acredito que sim,mas terá que adaptar o projeto para uma base mais maleável.

  21. Leah Silva 29 de abril de 2012 at 18:18 #

    Valeu pela dica Cris,amei!

  22. Márcia 5 de março de 2012 at 14:42 #

    SUPER BEM EXPLICADO!!! ASSIM FICA FÁCIL DE ENTENDER E DE FAZER!!!!PARABÉNS!!!

  23. Socorro Costa 5 de março de 2012 at 11:19 #

    Gostei da idéia, posso aproveitar para fazer outras cadeiras…

  24. cleide 22 de janeiro de 2012 at 16:13 #

    ADOREI,quero fazer nas minhas cadeiras

  25. Lindalria Dal'Col 17 de janeiro de 2012 at 18:26 #

    Oi Cris
    Boa noite
    Eu queria uma técnica para desidatrar bouquet de noivas, vê se vc consegue para mim.
    Obrigada
    Bj grande

    • Cris Turek 18 de janeiro de 2012 at 12:17 #

      Lindalria, temos no blog as dicas para desidratar usando sílica gel. Acho que é a ideal para buquês.Use o campo de pesquisa e dê uma espiada. Beijos.

  26. Elaine 11 de janeiro de 2012 at 8:32 #

    Olá, muito legais suas idéias, estou vendo td, passo a passo.
    Minha dúvida é: tenho 4 banquetas sem encosto. Elas possuem pequenas dimensões de base, aproximadamente 30cmx30cm.
    Pretendo estofá-las, tem como? Posso utilizar essa mesma técnica?

    bjs

    • Cris Turek 11 de janeiro de 2012 at 11:18 #

      Elaine, a técnica é a mesma, você só precisa verificar o modo de fixar seu assento na base.

  27. eugenia Porto 10 de janeiro de 2012 at 22:59 #

    A vila do artesão é meu cantinho preferido!tudo é muito lindo e criativo!

  28. Fátima Regina Vieira Motta Rezende 7 de janeiro de 2012 at 22:37 #

    Adorei, gosto dessas idéias simples.BJS!!!!

  29. Maria da Solidade Oliveira Vieira Oliveira 7 de janeiro de 2012 at 21:15 #

    Gostei da ideia.

  30. claudia machado 7 de janeiro de 2012 at 21:01 #

    legal.ficou como nova!

  31. Rose Soares 7 de janeiro de 2012 at 19:11 #

    Que lindas! Ótima dica.

  32. cleuza 6 de janeiro de 2012 at 17:47 #

    ADOREI…………. BJS

  33. rosa murakami 6 de janeiro de 2012 at 16:55 #

    QUERIDA CRIS
    SIMPLEMENTE MARAVILHOSAS SUAS CADEIRAS REFORMADAS! PARABENS! E OBRIGADA PELA DICA.
    BEIJOS

  34. Cidália 6 de janeiro de 2012 at 16:06 #

    Maravilha de passo a passo. Adorei. Gosto deste espaço porque me enriqueço cada vez mais graças a vocês. beijocas. Obrigada.

  35. Eliana Ro Rojais 6 de janeiro de 2012 at 15:32 #

    Adorei a idéia, pois tenho umas cadeirasque estão muito feias, agora vou reformar, obrigada

  36. Déborah Rejane 6 de janeiro de 2012 at 15:26 #

    Parabéns !!!
    Gente Estou com umas 3 cadeiras precisando de reforma…
    farei esse assento, beleza, adorei…
    xerão…

  37. Shilon Gama 6 de janeiro de 2012 at 12:22 #

    Adorei o passo a passo com o assento da cadeira , vou fazer nas minhas cadeiras.
    Só gostaria de saber se esse grampeador encontramos em qualquer loja e se tem nome especifico. Um grande abraços Shilon Gama

    • Cris Turek 6 de janeiro de 2012 at 15:57 #

      Shilon, é grampeador de estofador e você encontra em lojas de ferramentas.

  38. Balaio 6 de janeiro de 2012 at 11:04 #

    Parabéns pelo otimo site. Estou com um projeto novo e gostaria de fazer parceria contigo. Se estiver interessado, entre em contato pelos comentários do site. Aguardo o contato.

  39. Sonia Rucker 6 de janeiro de 2012 at 10:34 #

    Uauuuuu…lindoooooo, tenho dois bancos e vou fazer…Obrigada de coração.
    Um grande abração….Sonia.

  40. Antonio Carlos 6 de janeiro de 2012 at 10:21 #

    Mesmo que não as queira mais,as cadeiras podem ser reformadas e depois doadas.

  41. monica 6 de janeiro de 2012 at 9:21 #

    Olá!

    Bom ano a todos!

    Este post fez-me voltar ao passado, quando vivia na casa dos meus pais e um dia o ajudei a fazer a almofada para o banco que ele havia feito.

    Lembro-me como hoje, as cores do tecido, o toque, a força do grampeador e a dizer: “segura firme, esticado”. …

    Obrigado pela lembrança!

  42. Mariana Brito 6 de janeiro de 2012 at 9:04 #

    que fácil!!!!!!!!!!!!
    AMEI!!
    e preciso comprar um grampeador desses urgente 🙂

  43. edizia guerra 6 de janeiro de 2012 at 4:53 #

    Adorei a ideia, isso vale tambem para aquelas cadeiras de ferro das antigas.

  44. Leninha 5 de janeiro de 2012 at 21:20 #

    Excelente passo a passo. Por favor, gostaria de saber se posso usar cola nestas etapas, levando em consideração que não tenho um grampeador. Antecipadamente agradeço.

    • Cris Turek 6 de janeiro de 2012 at 10:38 #

      Não Leninha, sem o grampeador o trabalho será perdido pois o tecido se soltará rapidamente no uso.

  45. dirce 5 de janeiro de 2012 at 20:08 #

    Amei o passo a passo da reforma da cadeira. Ficaram lindas. Também penso que antes de descartar e prejudicar o ambiente, temos que tentar em reformar, reaproveitar, reutiliza e assim, com todos os erres. Conheça o meu blog re-inventos, ficarei muito honrada.

  46. Inês 5 de janeiro de 2012 at 19:28 #

    Adorei.

Deixe uma resposta