Como pintar tecido misturando estêncil e carimbo

Como pintar tecido usando estêncil e carimbo

Você não gosta de bonequinhas, frutinhas, bichinhos ou semaninha pintadas nos seus panos de cozinha? Pois saiba que o artesanato também é pra você. Misturando estêncil e carimbo no mesmo projeto, vou mostrar como pintar tecido sem dramas, mais fácil que contar até 10. 

Se tem uma coisa que eu não discuto neste mundo, é gosto. Respeitar o gosto alheio é a base de um pensamento justo, então se você adora pinturas com bonequinhas, pra mim tá perfeito. E se você adora pinturas mais moderninhas, pra mim tá perfeito também.

Vejo valor nos dois estilos e ambos tem seu público e seu espaço.

Importante, no papo de hoje, é lembrar quem produz para vender, que o gosto pessoal de quem produz nem é o melhor ou o mais certo. É apenas um modo de gostar das coisas. E se queremos vender mais, precisamos olhar para o nosso público alvo e pesquisar o gosto dele. Isso sim.

Esta é uma atitude empreendedora de quem trabalha para crescer: respeitar e buscar entregar o produto que o cliente procura.

Nisso tudo tenho visto ainda muita gente, especialmente quem gosta de ideias e estilos mais contemporâneos, optar por produtos industrializados porque artesãos nem sempre captam seu modo de curtir as coisas. Ou seja: não compra artesanato porque não encontra nada com a sua cara.

Pra quem ainda acredita que pintar tecido tem a ver só com bonequinhas e frutinhas, fiz este passo-a-passo mixando as técnicas de estêncil e carimbo, pra mostrar que pintura em tecido pode ser muito mais coisas do que apenas as tradicionais. 

Que tal: quer conferir? Me acompanhe.

 

Como pintar tecido com estêncil e carimbo

 

Escolhi pintar panos de cozinha de propósito, porque são as peças onde mais vemos o uso dos estilos tradicionais de pintura em tecido. Mas está na hora de mostrar que pano de copa pode ser diferente e feito à mão também.

 

Máscara para estêncilAi em cima está minha máscara para pintura em estêncil, onde pintarei dentro dos vazados. Eu rascunhei alguns desenhos no meu caderninho e defini algumas formas para usar no meu kit de panos de copa. Um modo de padronizar um kit é repetindo formas, certo?

O papel que usei para fazer a máscara é o duplex ou o cartão.

Artesanatos de natal, aprenda agora

Para isso desenhei com medidas bem certinhas, os quadrados e o retângulo, de um modo que me facilitem o processo. Como no meu desenho terei que alinhar os quadrados, fiz eles intercalados para me dar as alternativas que precisarei.

Veja só: esta é a ideia para os meus panos de prato. Você deve criar os padrões que te agradarem, desenhando nas medidas que se encaixem no seu pano de cozinha. Então a dica é exercitar a criatividade. Lápis e papel e rabisque bastante suas ideias.

 

Brochinha para pintura em estêncil

Outro instrumento importante pra pintar tecido com estêncil é a broxa, que é este pincel de cabo redondo e cerdas também redondinhas. Minha marca de pincéis? Sempre Condor Pincéis. Existem 5 tamanhos de broxinhas e com ela conseguimos vários efeitos. Neste projeto a número 04 será perfeita para cobrir uma área maiorzinha de máscara.

 

Molde de carimbo

No projeto vou mixar o estêncil com o carimbo. Como eu também queria misturar quadrados cheios com vazados, e queria uma certa espessura nestes quadrados, montei meu carimbo usando carton mousse. Simples: medi, marquei e cortei com estilete; depois colei com cola de silicone líquida.

 

Forre a base

Pra garantir um projeto limpo, afinal estamos lidando com tinta e com tecido, eu usei minha base de corte pra me ajudar com os alinhamentos mas forrei com celofane. Você pode forrar com filme plástico, papel kraft, ou outro material que te permita manter a superfície limpa.

 

Prenda o pano

Prenda também o seu pano de cozinha usando fita crepe. Alinhe de modo a facilitar seu projeto e fixe para não ficar dançando na base.

 

Dica prática

Reforce a broxinha

Uma ótima dica prática pra fazer sua broxinha render mais neste projeto é envolver as cerdas com fita crepe. Dê várias voltas em torno, deixando apenas uma bordinha. Assim ela otimiza a pintura porque a tinta não sobe pelas cerdas, agilizando a cobertura do tecido.

 

Molhe na tinta

As tintas são tintas de pintar tecido normais e devem ser usadas sem diluição em água. Mergulhe a broxinha na tinta e bata o excesso do ladinho.

 

Posicione a máscara e pinte

Nesta altura você deve ter preparado um desenho com sua ideia para a posição das figuras e deve também ter feito a barrinha do pano de copa, se for o caso. Então é só posicionar sua máscara segundo seu desenho e pintar. Mas atenção: não se pincela com a broxinha. O modo correto de pintar é dando pancadinhas de cima para baixo e ir cobrindo todo o espaço da máscara. 

Se você pincelar, corre o risco de jogar tinta por baixo da máscara e borrar.

Dica prática 01

Existe no mercado uma cola chamada cola permanente. Permanente só no nome porque ela é feita para situações como a da máscara, que não pode sair do lugar durante o processo.

Você aplica a cola com uma espátula no verso da máscara e ela dá uma “pega” no papel, sem colar de verdade. Assim ele se posiciona na superfície sem escorregar ou sair do lugar. E depois de aplicado dura o suficiente pra terminar sua pintura, mas não cola nada a ninguém, captou?  😉 

 

Tire a máscara

Terminou de pintar, cobriu bem? Tire a máscara e aí está o quadradinho cheio, bem pintadinho  😀 

 

Reposicione a máscara

Novamente, reposicione a máscara segundo aquele seu desenho prévio e repita o processo.

 

Pinte com a broxinha

Eu sou muito metida e não usei a cola permanente. Assim tive que segurar a máscara no lugar com fé e coragem enquanto batia a broxinha. Com cuidado também funciona; uns dedinhos pintados não fazem mal à ninguém  😉 

 

Estêncil todo pronto

Seguindo meu desenho, fui pintando os quadradinhos cheios um a um, até chegar neste ponto. Como a tinta não é diluída, ela seca relativamente rápido, o suficiente para seguirmos com o projeto.

 

Usando o carimbo

Pincele o carimbo

Agora vamos sobrepor com os quadrados vazados e para eles vamos usar o carimbo. O modo correto de carregar tinta no carimbo é usando um pincel chato e dando pancadinhas na superfície do desenho. E isto serve para qualquer tipo de carimbo e qualquer tipo de desenho. 

 

Pressione o carimbo

Depois é pressionar o carimbo onde deseja.

Olha que bacana: você pode usar qualquer coisa como carimbo. Pode ser rolinho de papel higiênico, borda de copos, garfos, fatias de frutas e legumes, tudo que tenha uma forma ou uma textura interessante.

Eu queria um quadrado e precisei construir, mas poderia usar qualquer outra coisa.

 

Carimbo pintado

Aí está o carimbo pintado. E não, não vou enlouquecer se a tinta falhou em alguns pontos. Isto é característica da técnica, tem seu valor e seu charme. Corrigir pode estragar o efeito.

 

Estampa pronta

E minha estampa pronta ficou assim. Quem tem TOC deve estar se coçando neste momento  😀 

Sério: existe ordem no caos, e sair dos desenhos exatos e precisos é o que dá movimento às estampas. Eu gosto assim, mas se você não gosta, relaxe e faça do jeito que te deixa feliz!!!

 

Diferença de estêncil e carimbo

Se você ficou pensando porque eu não usei carimbo pra pintar os quadrados cheios, foi justamente porque neles eu não queria a possibilidade das falhas. Assim a broxinha garantiu uma cobertura perfeita.

 

Dica prática 02

Quando se trata de panos de cozinha, é preciso quantidade. Mesmo não fazendo uma semaninha tradicional, é necessário ter um bom estoque de panos, especialmente se você curte cozinhar. Mas também é chato tudo igualzinho, né não? Então vamos montar um kit.

 

Montando um kit de padrões

Temos vários modos de transformar as diferenças em similaridades. Para montar um kit podemos:

  • usar as mesmas cores
  • usar as mesmas formas

Aí acima tenho 3 panos de cozinha do meu kit, e todos usam as mesmas cores. E também tem formas repetidas. 

No primeiro usei o carimbo vazado de quadrado e os círculos eu fiz com o batedor ( já mostro ele). No segundo usei o quadrado da máscara, o retângulo que mostrei lá no comecinho e as bolinhas são do mesmo batedor. O terceiro é este que fizemos agora, com os quadrados usados nos dois outros panos. 

Viu como funciona?

 

Retocando estencil

Este aí em cima é o Batedor, com o qual eu pintei os círculos dos outros panos de cozinha. Tem em dois tamanhos e também é indicado para estêncil e estamparia porque é feito desta espuminha sintética. Aí no alto estou retocando alguns pontos.

Veja que rapidamente você pode pintar seu kit e explorar alternativas variadas. Pegue lápis e papel e rabisque suas ideias. Garanto que rende!!!

Gosta de ideias mais modernas? Vá de geométricos: não tem como errar.

Dúvidas, escreva. Tô sempre por aqui.

Fotos: Marcelo Pereto

 

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , , , , , , ,

22 Respostas para: Como pintar tecido misturando estêncil e carimbo

  1. Carla 26 de novembro de 2016 at 17:34 #

    Olha gostei tanto que fiz aqui tb, o resultado não ficou o mesmo mais vou praticar.
    Parabéns!

    • Cris Turek 29 de novembro de 2016 at 16:25 #

      Que legal, amei saber. É esse o caminho Carla, aos poucos vai ficando bem certinho 😀

  2. ANA CAROLINA 15 de novembro de 2016 at 16:47 #

    Adorei suas dicas!!! obrigada!

    • Cris Turek 16 de novembro de 2016 at 16:18 #

      Que bom Ana Carolina, agora é criar 😉

  3. GERALDINE 15 de novembro de 2016 at 8:33 #

    SENSACIONAL ,MUITO CRIATIVO.PARABENS…VOU FAZER PRA MIM.

    • Cris Turek 15 de novembro de 2016 at 14:49 #

      Que bom que gostou Geraldine, espero que faça muitos 😉

  4. Virgínia 30 de outubro de 2016 at 21:52 #

    Amei muito legal
    Vou fazer

    • Cris Turek 1 de novembro de 2016 at 12:35 #

      Divertido e simples Virgínia, depois me conte.

  5. Letícia de Souza 28 de outubro de 2016 at 13:45 #

    Amei os panos, realmente eles ficam bem mais moderninhos.
    Muita fácil de fazer, obrigada pelas dicas 😀

    • Cris Turek 28 de outubro de 2016 at 18:01 #

      Obrigada você Letícia, beijos.

  6. ademir moraes 24 de outubro de 2016 at 13:48 #

    Muito obrigada pela dica, literalmente amei e realmente na maioria das vezes nos apegamos ao tradicional e nos esquecemos de renovar vou pega essa dica pois faço pintura em tecido e numa tinha pensado nisso! Valeu pela dica 🎨😊

    • Cris Turek 25 de outubro de 2016 at 15:20 #

      Que bom, isto é super importante, abrir seu leque de propostas pra alcançar maior número de pessoas. Sucesso 🙂

  7. Laudy ceçéia 24 de outubro de 2016 at 13:46 #

    Olá boa tarde …estou tristinha pq estou com mta dificuldade c internet onde moro no momento… não consigo ver imagem, nem ouvir áudio… nada mesmo…por isso não respondo, pq nem sei do q se trata ok? Logo logo resolverei isso, mas, se puder mandar os emails normalmente p mim… agradeço e mto obrigada desde já… pq c certeza, darei um jeito de assistir… obrigado, mto grata… bjuxxx

    • Cris Turek 25 de outubro de 2016 at 15:22 #

      Laudy, espero que consiga mesmo porque estou com tantas coisas lindas por aqui!!! Boa sorte 🙂

  8. Alejandra 24 de outubro de 2016 at 11:15 #

    Adorei esses panos de prato,muito facil de fazar,abracos.

    • Cris Turek 25 de outubro de 2016 at 15:22 #

      Super fácil Alejandra. Divirta-se 🙂

  9. Maria Lysia Ribas 22 de outubro de 2016 at 8:19 #

    Amei a sua idéia. Obrigada

    • Cris Turek 25 de outubro de 2016 at 15:24 #

      Obrigada você Maria Lysia. Aproveite bastante.

  10. Goretti Fernandes 22 de outubro de 2016 at 8:16 #

    Gostei bastante das idéias e explicações, gostaria de receber sempre novas sugestões.

    • Cris Turek 25 de outubro de 2016 at 15:24 #

      Goretti, se você for assinante, vai receber sempre 🙂

  11. Maria Elisa 22 de outubro de 2016 at 6:16 #

    Adorei os panos pratos

    • Cris Turek 25 de outubro de 2016 at 15:25 #

      Ficam diferentes, né Maria Elisa?

Deixe uma resposta