Consumo consciente transforma sobras de construção em design

Isso mesmo, sobras de construção também podem ser design. Você já pensou alguma vez em aproveitar aqueles pedaços de madeira que os pedreiros jogam fora, para compor um móvel ou uma peça de decoração? Pois saiba que você não precisa ser um designer para ter boas idéias e que custam pouco. Vou dar 3 exemplos e tenho certeza que você vai se inspirar em um deles.

Poltrona Astúrias de Carlos MottaO 1º é a poltrona de balanço Astúrias, criação do designer Carlos Motta, com sobras de construção civil aliadas às técnicas artesanais de produção, isto é, marceneiro de fundo de quintal, ou você mesmo se tiver a habilidade.Banco Floresta de Pedro Petry

O2º é o banco Floresta que usa pontas de vigas que sobram nas obras. A idéia é do designer Pedro Petry que optou por ressaltar as irregularidades do Pínus de reflorestamento.

Ambiente de Ana Moraes com bancada de pedreiro eE a última é muito simples: uma bancada de pedreiro abandonada que depois de lixada e pintada reviveu para se tornar um aparador de estilo e compor a decoração de uma sala de estar ao lado de peças de antiquário. Genial, a idéia é da artista plástica Ana Moraes.

Use a criatividade que é um recurso acessível, muito barato e que você tem com certeza.

Fotos:divulgação

Você vai gostar também de:

, , , , ,

2 Responses to Consumo consciente transforma sobras de construção em design

  1. Vânia de Moraes Antonio 4 de julho de 2012 at 17:17 #

    Gente, eu tô chocada!!!!
    Vivo enchendo a paciência do meu marido (e a dele é enorme!!),para colocar parafusos fazer prateleiras,no (quartinho) ATELIÊ que ele fez para mim e esqueci do material de trabalho dele, que é mestre de obras, e que me servirão!!
    Só não sei se ele vai gostar! Bjs.

Deixe uma resposta