Decoração que valoriza o fazer artesanal da tecelagem

Na beira do mar a rede é um convite à contemplação

 

A Casa Cor de Fortaleza, deu ênfase em seus ambientes, aos objetos do seu artesanato regional e comprovou que essas peças ficam muito bem em ambientes requintados. De todo o artesanato que se cria na região Nordeste, um dos que mais gosto e que foi valorizado nessa Casa Cor, são as redes.  Elas são sucesso entre todos os turistas que saem dessas bandas com malas pesadas por conta delas, e sou testemunha disso.

De todos os tipos, tamanhos e acabamentos, a rede faz parte da cultura do nordestino. Até hoje muitas das casas são construídas com ganchos em todos os cômodos. Na hora que dá daquela preguiça é só estender nos ganchos o tradicional trançado de algodão, e relaxar. Hoje me inspirei pela Casa Cor Fortaleza, e vou mostrar alguns exemplares em ambientes pra lá de convidativos.

Varanda elaborada pela Vila do Artesão com rede de algodão tingido
Uma pérgola sobre as redes para o descansoRede edredon, para lugares mais friosinhos
Chamamos de varanda esses barrados que dão o toque todo especial às redes. Algumas varandas são de macramê, outras de crochê, depende da região de onde vêm.

Tecelagens artesanais de algodão cru ou tingido e até o colorido natural que cresce aqui na Paraíba, essas são peças criadas pelo hábito e pela necessidade nordestina e que foram ganhando beleza com o passar do tempo. É só dar uma olhada nas imagens.

Rede para o descanso solitário
Rede para o convívio da família
E agora alguns dos ambientes da Casa Cor que me inspiraram para o artigo de hoje.

Rede balanço para o jardim
Varanda com rede e cortinas artesanais de algodão
Visite a Casa Cor Fortaleza por aqui.

Fotos: Architectural Digest, Marcelo Pereto, Casa e Jardim, Roca Artesanato, Revista Casas Rústicas e Casa Abril

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , , ,

13 Responses to Decoração que valoriza o fazer artesanal da tecelagem

  1. ROSA 28 de maio de 2013 at 16:21 #

    BOA TARDE estou a procura de um grafico de rede de croche para casal, pois gosto muito de fazer artezanato e a minha misão agora seria fazer uma rede para mim,só não tenho a nosão de quanto fio vai e principalmente o acabamento se voces tiverem me manda por imeio aqui tenho pouco asesso de revista assim. fico no aguardo

    • Marcelo 28 de maio de 2013 at 19:06 #

      Rosa ficamos devendo, não temos esse gráfico.

  2. maria dos anjos lobato costa 30 de junho de 2011 at 7:19 #

    bom dia,por favor, voce vende varanda de rede de croche ,gostaria de saber com valores.obrigada e, aguardo resposta

    • Cris Turek 30 de junho de 2011 at 19:59 #

      Maria dos Anjos, a Vila não comercializa nenhum tipo de material. Fico devendo a dica.

  3. Alexandre Heberte 6 de agosto de 2010 at 15:37 #

    Este post tem gosto de infância, raiz, berço. Crescí bebendo dessa fonte, do meu Estado Ceará, do Vale do Cariri, minha Região. Adorei.

    Alexandre Heberte

    Alexandre, seria muito bacana conhecer a sua história, Não gostaria de compartilhar na Vila? Abraços.

  4. Luzia 14 de abril de 2010 at 14:28 #

    Agradeço seu interesse a aguardo as receitas.
    Um abraço
    Luzia

  5. Luzia 13 de abril de 2010 at 10:33 #

    Gostaria de ter a receita dos barrados de rede (que vocês chamam de varandas). Poderiam me enviar? Pode ser em gráfico ou em texto. Agradeço.

    Luzia

    • Cris Turek 14 de abril de 2010 at 11:50 #

      Oi Luzia, vou anotar o seu pedido e assim que possível eu publico, ok? Abraços.

  6. Elizabete Batista da Costa 6 de março de 2010 at 23:11 #

    Adorei os modelos das redes,estão lindas.Gosto muito de artesanatos.Abraços

    • Cris Turek 7 de março de 2010 at 18:36 #

      Obrigada pela participação Elizabete. Beijos.

  7. fernanda fernandes 5 de janeiro de 2010 at 10:45 #

    Muito lindo Casa Cor Fortaleza,base neutra e detalhes em cor,esta é a grande sacada na decoração,algumas peças estilizadas fazem toda diferença. Adoro tudo que é diferenciado! beijos…

    • Cris Turek 5 de janeiro de 2010 at 11:25 #

      Sou bem suspeita pra falar disso, especialmente quando se inclui peças artesanais. Adoro.
      Abraços, Fer.

Deixe uma resposta