Elia Weschenfelder, a artista que transforma plástico em arte

Escultura em plástico modelado, Elia Weschenfelder

 

Me surpreendi absurdamente com um email que recebi com fotos de esculturas. A pessoa contava que tinha conhecido a Vila do Artesão por intermédio de uma amiga, que tinha gostado da nossa proposta e assim nos enviava as fotos para conhecermos.

Imaginem que eu recebo dezenas de emails todas as semanas com o mesmo propósito, e até aí estava tudo normal, mas ao olhar aquele trabalho, algo me tocou, além de uma gigantesca curiosidade.

Elia Weschenfelder, que até então eu não conhecia, nos mostrou uma coleção de peças de arte incrivelmente elaboradas, feitas a partir de plásticos e garrafas pet.

Simplesmente fascinantes suas formas, e sabendo de que tipo de material se tratava, aí então valorizei ainda mais.

Escultura de personagem em garrafas de plástico com pintura de pátina

Nada tão especial passa em branco pela Vila e hoje eu vim mostrar para vocês esse trabalho de pesquisa, de um nível estético altíssimo, porque merece reconhecimento e aplausos.

 

Elia Weschenfelder durante um de seus pojetos

Elia é egípcia de nascimento mas construiu toda a sua vida aqui no Brasil, dos estudos de arte à família. Mora em Porto Alegre, onde aprendeu artes plásticas e onde desenvolveu sua técnica de modelagem de plásticos e garrafas pet.

Mas ela conta melhor que eu:

Esta técnica ja tenho desenvolvido a mais de oito anos. Teve início depois da minha aposentadoria, quando fui convidada a fazer um trabalho voluntário nas vilas de Porto Alegre em escolas municipais, com aproveitamento de sucatas, mas foi direcionado principalmente para garrafas Pet e chatarras plásticas (lixo plástico) quando, também a convite, fui trabalhar, sempre como voluntária, com pacientes portadores de deficiências mentais, no Hospital São Pedro.
O espaço que nos foi disponibilizado foi o depósito de coleta de resíduos sucateados, como matéria prima, para desenvolvermos o objetivo de proporcionar autoestima e credibilidade humana aos nossos pacientes. A conclusão dos trabalhos com eles foi uma exposição de luminárias, pequenos móveis, porta retratos e outras coisinhas mais (feitas por eles), que foram todas vendidas. A satisfação dos nossos alunos foi indescritível.
Ao mesmo tempo descobri que podia moldar as garrafas Pet como fazia em casa com o barro, por meio de aquecimento e modelagem muito rápida. Esta descoberta não passei aos alunos, pois além de perigosa poderia ser insalubre, pois o plástico, como temos conhecimento, quando aquecido, libera um gás tóxico. Daí o motivo que desenvolvi sozinha e já levei o meu trabalho para a Itália no Vaticano, em Portugal – Lisboa, Alemanha, e principalmente no Sul do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

Depois de modelar suas peças, Elia ainda aplica um pintura com efeito de pátina, que transmuta esse plástico em arte verdadeira.

E quando mantém a transparência das garrafas, a impressão que temos é de tecidos muito leves esvoaçando, flutuando no ar.

Realmente muito marcante.

Artesanatos de natal, aprenda agora
Escultura de garrafa pet transparente

Um trabalho assim só poderia ter sido premiado e exposto pelo mundo, fazendo parte de acervos de grandes colecionadores.

É claro que essas peças podem ser adquiridas. Basta entrar em contato com a artista através do email [email protected]

Ainda em tempo, lembro que Elia pinta belíssimas telas. Quer ver mais? Clique na imagem acima.

Obrigada Elia por ter escrito para nós e nos ter permitido divulgar seu trabalho em nosso espaço.

 

Fotos cedidas pela artista

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , ,

15 Respostas para: Elia Weschenfelder, a artista que transforma plástico em arte

  1. Cris Kaspar 20 de agosto de 2013 at 16:29 #

    Não dá pra descrever, é um trabalho estupendo, sublime, lindo! Pura arte…

  2. CarmenRigotti 1 de agosto de 2013 at 0:28 #

    muita luz para você. tua generosidade demonstra o quanto és sensível . és uma grande artista. Deus te abençoe e muita luz.

  3. Isaias 22 de setembro de 2012 at 11:05 #

    Muito bom o seu trabalho, intereressante tambem sou modelador de plastico e modelo chapas de polipropileno em peças para teste em carros prototipos.

  4. Benedita Da silva costa 10 de setembro de 2012 at 10:35 #

    belissimo seu trabalho.

  5. antonieta reis 9 de setembro de 2012 at 11:34 #

    é essa paé uma artista e ternho muito orgulho de te-la como amiga bjs.sora

  6. adelaide iwersen 8 de setembro de 2012 at 14:31 #

    BELISSIMO O TRABALHO DESTA SENHORA! QUE TALENTO! AS PEÇAS NOS PASSAM EMOÇÃO…. LINDISSIMO

  7. Naôr de andrade 8 de setembro de 2012 at 12:50 #

    D.Elia, sua sensibilidade é comovente com a sua arte, não tinha visto nada parecido.DEUS abençoe muito a senhora, que lhe dê sempre saúde nessa sua jornada, tá bom.Gostaria de saber se tens parentes em Venâncio Aires-Rs, pois sou amigo da família Weschenfelder de lá, morei mais de 30 anos nessa linda cidade, conhecida como a Capital Nacional do Chimarrão. Um grande abraço e, Deus te abençoes.

  8. neiva 2 de setembro de 2012 at 13:53 #

    cris, um abraço fiquei tambem feliz de conhecer esse trabalho maravilhoso da artista plastica elia é muito lindo. graças a voce hoje estou mais informada e pondo em pratica a reciclagem em minha vida. obrigada

  9. vera.nrodrigues 1 de setembro de 2012 at 12:44 #

    Parabéns Elia, Parabéns Vila do Artesão…
    E muito obrigada por nos proporcionar a oportunidade de
    apreciar e encantar nossos olhos, nossa alma, nosso ser….
    com esse trabalho fantástico! Parabéns e muito obrigada.
    Vera

  10. Rosa Maria de Oliveira Bento 1 de setembro de 2012 at 12:43 #

    Que delicadeza nestas obras! Que criatividade! Talento indiscutível e grandeza de alma…

    um abraço,

    Rosa Maria

  11. loreni ivoni wachholz de faria 31 de agosto de 2012 at 13:18 #

    parabens!!!

  12. jane costa souza 31 de agosto de 2012 at 13:17 #

    Ma-ra-vi-lho-so!!!!
    Que artista!!!
    Faço faculdade de Artes Visuais e fiquei encantada com essa
    sensibilidade de transformar o que sería desprezado em algo tão
    delicado e forte ao mesmo tempo…
    Obrigada por compartilhar!!!
    Jane de Friburgo.

  13. Andreia Frezarim 31 de agosto de 2012 at 6:37 #

    Bom dia Cris,
    realmente é inacreditavel o que o ser humano pode fazer.É de encher os olhos e ao mesmo tempo me surpreendeu pois a principio olhando não parece pet.Parabéns pra Elia,lindo trabalho.bjins

  14. Flavia Alves 31 de agosto de 2012 at 0:43 #

    Estou estática à mais ou menos meia hora, assisti o vídeo e digo sem medo, Elia é uma artista completa e perfeita, de uma sensibilidade que imprecisona…. PARABÉNS !!! É espetacular, faz muito tempo que não tenho o prazer de conhecer obras tão belas.
    Qualquer crítico que disser algo depreciativo a respeito dessas obras é um louco.

  15. semiramis 30 de agosto de 2012 at 18:24 #

    Sinceramente, eu não achei bonito.
    Achei LINDÍSSIMO.
    Continue assim

Deixe uma resposta