Bruxinhas, as bonecas de pano nordestinas

Bonecas de pano paraibanas, as bruxinhas das brincadeiras das meninas

No meu passeio pelo salão de artesanato encontrei alguns trabalhos que são a cara de vocês, entre eles as tradicionais bonecas de pano nordestinas que aqui chamamos de bruxinhas.

 

Lindalva das Bonecas, nossa querida mestra artesã das bonecas de pano

Lá encontrei a nossa Mestra Artesã

Lindalva das Bonecas,

que recebeu esse título numa homenagem

prestada pelo Estado da Paraíba, por seu

trabalho desenvolvido ao longo de uma

vida inteira, quando ela também recebeu,

merecidamente, uma aposentadoria

especial.

Ela é conhecida por fazer suas bonequinhas de pano com detalhes inusitados, como recadinhos nos bolsos, a mamãe com o bebê no colo, dedinhos com unhas pintadas e personagens de histórias infantis, típicos do mundo da fantasia de nossas crianças.

Boneca de pano princesa, de Lindalva das Bonecas

Segredos da encadernação artesanal

Detalhe do rostinho das bonecas com olhos bordados com linha de costura

As bonecas de Lindalva tem tamanhos diferentes. Ela faz bonequinhas desde os 4 cm e vai até as bonecas de 30 cm de altura. Lindalva diz que as pequeninas são as mais trabalhosas de fazer, porque os detalhes exigem mais cuidado na confecção. Mesmo com a dificuldade, as bonecas pequenas ela vende a R$2,00 cada e as maiores ficam em torno dos R$30,00 dependendo dos detalhes.

Lindalva usa todo tipo de retalho para confeccionar suas bruxinhas, exatamente dentro dos costumes mais tradicionais, onde as mães costuravam as bonecas com sobras dos tecidos dos vestidos que faziam para as suas filhas. Para suas bonecas ficarem em pé, Lindava tem o hábito de fazer as bases reciclando embalagens plásticas, que são forradas com tecido e recheadas com areia para ficarem firmes.

 

Mandala de bonecas pequenas da Lindalva das Bonecas

Nesse salão, Lindalva apresentou uma nova peça, a mandala de bonequinhas.

Ela montou a mandala de forma que seus clientes pudessem levar e emoldurar conforme seu gosto.

A mandala ao lado possui 30 bonecas bem pequenas com detalhes de flores bordadas a mão.

Tudo feito por Lindalva sob encomenda.

 

Também encontrei lá uma mandala de bonecas grandes, feitas pelas artesãs da Casa da Boneca Esperança. Essa mandala tem 19 bonecas de uns 15 cm e estava à venda por R$ 150,00 com a base de madeira.

Mandala de bonecas médias da Casa da Boneca Esperança

Gente, quem quiser fazer encomendas para a Lindalva, pode entrar em contato através do telefone (83)8824-6285.

E Casa da Boneca Esperança nos telefones (83) 3361-3320 / 9999-0135.  Infelizmente nenhuma possui email para contatos.

Antes que alguém pergunte ou escreva me pedindo, a Vila não tem o passo-a-passo dessas bonecas, porque é o sustento de gente muito simples que depende unicamente do seu trabalho para sobreviver. Se vocês gostaram, façam a parte de vocês, enviando pedidos e encomendando diretamente com a artesã.

Fotos: Cris Turek e Marcelo Pereto

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , ,

29 Responses to Bruxinhas, as bonecas de pano nordestinas

  1. Dilce lapa 16 de setembro de 2015 at 17:17 #

    Como adquirir os moldes da boneca de pano do Nordeste Grata

    • Cris Turek 17 de setembro de 2015 at 10:56 #

      Dilce essas bonecas são construídas com rolinhos de retalhos, sem moldes, tudo num sistema que eu não tenho passo-a-passo pra te oferecer por hora. Fico devendo.

  2. beth 24 de fevereiro de 2014 at 21:54 #

    Desculpe-me. Agora vi que o telefone está lá em cima.

    Grata

    Beth

  3. beth 24 de fevereiro de 2014 at 21:54 #

    Obrigada pelas informações. No entanto, onde consigo o telefone de contato?

    Grata

    Beth

  4. beth 20 de fevereiro de 2014 at 20:45 #

    Boa noite!

    Gostei muito das mandalas de bonecas.

    Como posso adquirir?

    Grata

    Beth

    • Cris Turek 24 de fevereiro de 2014 at 14:09 #

      Beth incluí os contatos no post. Fique à vontade de ligar, pois nós não intermediamos o processo.

  5. Celeste 29 de novembro de 2013 at 22:20 #

    Parabéns Lindalva por suas lindas bonecas.Quando era criança brincava muito com bonecas parecidas com as suas.Bjs

  6. Lenilde Gusmão 4 de abril de 2013 at 17:23 #

    Como eu fico feliz!!!! Isso é minha Campina Grande,com tantos valores como a D.Lindalva.Parabéns aos artesãos Paraibanos.

  7. J.Carlos 10 de abril de 2012 at 12:13 #

    Bom-dia. Muito boa a matéria sobre as “bruxinhas”. Se possivel quero entrar em contato com a vovó Lindalva Neri. Vc teria o endereço dela, que possa enviar para o meu e-mail? Nasci em São Paulo, mas adoro o nordeste, especialmente o Ceará, terra de meus avós. Será que a Vó atende por carta? E envia pra todo o Brasil?

    • Cris Turek 10 de abril de 2012 at 15:05 #

      J. CArlos não tenho o endereço atual dela, mas entre em contato pelo telefone indicado nesse artigo e tire essas dúvidas diretamente com ela, ok?

  8. nadir de sousa machado 27 de setembro de 2011 at 23:05 #

    Chorei de emoção quando vi essas bruxinhas, minha mãe fazia pra mim quando eu era pequena, lembro da mamãe desfiando tecidos pretos para usar como cabelos eu tinha de todas as cores: ruivas louras e negras, eu adorava! Amigos minha mãe era carioca mas foi criada no Pará e sua mãe era do Rio grande do norte e devo acrescentar o mais importante disso tudo Mamãe era minha mãe de coração e não da barriga foi um anjo na minha vida, que amor ela dedicava a mim…..

    • Cris Turek 29 de setembro de 2011 at 14:32 #

      Que linda história Nadir. São histórias como a sua que tornam as bruxinhas tão especiais sempre. Beijos.

  9. Rosa Maria Costa 15 de setembro de 2011 at 18:41 #

    Trouxe uma dessas “bruxinhas” para minha neta quando estive em Joa~o Pessoa e contei para ela a histo’ria da costureira que fazia boneca de retalho pois na~o podia comprar outras. Agora vejo D. Lindalva que personifica minha esto’ria
    .E’ como se criasse vida, obrigada.

    • Cris Turek 16 de setembro de 2011 at 18:43 #

      É muito mais real do que você imagina Rosa Maria. Obrigada por ensinar sua neta, isso é muito importante.

  10. iara juschtechechen 8 de junho de 2011 at 18:50 #

    As bonecas são maravilhosas,gostaria muito de ter o molde .Grata bjus

    • Cris Turek 8 de junho de 2011 at 20:48 #

      Iara, essas bonecas não possuem molde, são feitas uma a uma conforme os retalhos disponíveis, por isso ainda não tenho um pap pois elas são arte popular,cultura do povo passada de boca a boca e não consegui uma artesã pra fazer uma pra mim.

  11. fabiana bicca 27 de abril de 2011 at 20:42 #

    Oi amei o trabalho das bonequinhas,gostaria de saber como posso adquir algumas?
    A resposta pode ser para meu e-mail.
    Obrigada!
    fabiana

    • Cris Turek 1 de maio de 2011 at 19:50 #

      Fabiana, o telefone da artesã já está no artigo justamente pra quem quiser encomendar. Fique à vontade. Beijos.

  12. Ilva Maria 26 de agosto de 2010 at 14:20 #

    ôi! sou vizinha se vocês,moro no RN fronteira com a PB. Minha cidade, Nova Cruz,tem uma rua que se prolonga Paraíba afora. Também fazemos bonecas de pano dessas bruxinhas nordestinas e outros modelitos mais; criei até uma que é bordada! Faço parte da Associação de Artesãos daqui de Nova Cruz. Mande seu e-mail que mandarei as fotos das minhas bruxinhas. Ou, caso queira esperar, estamos construindo um blog que breve estará apresentando ,entre outras coisas, as nossas criações. Tem artesã aqui que exporta trabalhos (lindos) para o pessoal daí de João Pessoa.
    Parabéns pelo blog! Abraço.Ilva

    Que bacana Ilva, quero muito ver o trabalho de vocês. Envie fotos para [email protected] Estou esperando ansiosa. Um abração.

  13. Ankh 18 de agosto de 2010 at 16:53 #

    Amei as bruxinhas!

    São pura cultura popular. Obrigada.

  14. Luciana 2 de agosto de 2010 at 21:57 #

    Oi!!
    Muito fofinhas as bonequinhas!!

    Gostaria de encomendar 20 das pequenininhas para presentear alguns entes queridos! Se fizeres de 3cm…melhor!
    Podemos nos comunicar por email e acertar como poderia realizar esta compra da melhor maneira possível!!

    O que achas??

    abçs e parabéns pelo trabalho e dedicação!!

    Luciana

    Luciana, envio os contatos das artesãs em seu email.Beijos.

  15. elaine belentani 14 de julho de 2010 at 3:42 #

    gostaria de saber se vende pela internet estas bonequinhas e se vende coma faço p fazer pedido e pagamento….obrigada ,agradeço a atenção………………..

    Não Elaine, a artesã não vende pela internet, com ela somente entrando em contato diretamente no telefone indicado no artigo. No momento o Bazar da Vila ainda não tem essas bonecas pronta-entrega em sua loja. Se desejar eu posso tentar providenciar para você, mas eu precisaria saber exatamente qual delas você gostaria e de que tamanho. Aguardo.

  16. Rita de Cassia 7 de julho de 2010 at 15:12 #

    Cris fazia um tempo que não via “minhas” bruxinhas. Tive algumas e fiz outras. Minha avó costurava nossas roupas e eu ficava no chão brincando com os retalhos que ela deixava cair. Assim aprendí a costurar e fazia roupas para minhas bonecas. Certa vez ouve uma enchente e perdí minhas bonecas. Lembro até hoje quando me deram a notícia de que não conseguiram salvar minhas bonecas de pano. Foi bom relembrar “cenas” de minha história de vida.
    Ah! Vou te enviar as fotos com minhas criações em chita.
    bj bj bj

    “Rita, pelo menos tem muitas alegrias junas em suas lembranças, apesar de suas perdas. Vou ficar esperando suas fotos. Bom te ver por aqui tantas vezes. Beijos. ”

  17. Cristiane Bachmann 7 de julho de 2010 at 14:19 #

    Nossa, como uma imagem nos remete a algum momento de nossas vidas.
    Quanto tempo que não via dessas lindas bonequinhas, eu tinha várias, minhas coleguinhas rsrsrrs também, passavamos a tarde inteirinha brincando e brincando.
    Amei de verdade rever essas imagens.
    Muito obrigada.
    Bjusssssssssss


    “Cris, isso é o melhor do meu trabalho. Trazer as emoções de vocês pra fora e boas lembranças também. Obrigada querida. Beijos.”

  18. Marinês 7 de julho de 2010 at 8:19 #

    Fabulosas, as bonequinhas e dizer q temos em casa, muitas vzs sobras d tecidos p fazer muitas qualidades d artesanato, e nm nos passa fazer uma bonequinha sequer, achei uma graça, parabéns à vc e obrigada por nos enviar sempre lindas novidades.


    ” E não é verdade? A gente vai guardando os retalhos e até esquece deles. O negócio é criar. Beijos. ”

  19. Débora Escobar 6 de julho de 2010 at 23:09 #

    Muito bonito o trabalho. Adoro artesanato regional principalmente quando você percebe o amor que colocam nas peças. Beijo, Cris!

    Débora


    “Querida, você percebeu o ingrediente especial da Lindalva. É mesmo muito carinho por suas bonecas. Beijos.”

  20. leila reis 6 de julho de 2010 at 20:08 #

    Lindalva quer dizer linda, Dona Linda linda as bonequinhas, amo todas as bonecas é meu mundo parabéns pra esta sra linda, bjs pra vc Cris da Leila

    ” Leila querida, que feliz eu fico sempre que você nos visita. A Lindalva é mesmo uma senhorinha muito fofa, cheia de histórias que suas bonecas contam. Você iria adorar conhecê-la. Beijos. ”

  21. leila reis 6 de julho de 2010 at 20:05 #

    OI Cris, parabéns para ela que bonequinhas mais fofas, ameiiiiiiiiiii. adoro bruxinhas, adoro todo tipo de bonecas lindinhas bjs com carinho da Leila

Deixe uma resposta

hed | 27594 | SELECT wp_comments.* FROM wp_comments WHERE comment_ID IN (21236,21237,21253,21257,21268,21272,21396,21488,21867,22382,22512,31253,33896,39170,40180,56017,80402,99522,109355,109834,109835,215208) 180 | 0.0005 | enabled | not cached | 1781 | SELECT wp_comments.comment_ID, wp_comments.comment_parent FROM wp_comments WHERE ( comment_approved = '1' ) AND comment_post_ID = 10185 AND comment_parent IN (21236,21237,21253,21257,21268,21272,21396,21488,21867,22382,22512,31253,33896,39170,40180,56017,80402,99522,109355,109834,109835,215208) ORDER BY comment_date_gmt ASC, comment_ID ASC 181 | 0.0004 | enabled | not cached | 1076 | SELECT wp_comments.comment_ID, wp_comments.comment_parent FROM wp_comments WHERE ( comment_approved = '1' ) AND comment_post_ID = 10185 AND comment_parent IN (31470,33905,39201,40395,56023,109792,215382) ORDER BY comment_date_gmt ASC, comment_ID ASC 182 | 0.0003 | enabled | not cached | 12291 | SELECT wp_comments.* FROM wp_comments WHERE comment_ID IN (31470,33905,39201,40395,56023,109792,215382) 183 | 0.0002 | enabled | cached | 1096 | SELECT wp_posts.ID FROM wp_posts WHERE 1=1 AND wp_posts.post_type = 'post' AND ((wp_posts.post_status = 'publish')) AND post_date > '2016-08-31' ORDER BY wp_posts.comment_count DESC LIMIT 0, 16 184 | 0.0005 | enabled | cached | 95380 | SELECT wp_posts.* FROM wp_posts WHERE ID IN (46129,46209,46188,46148,46123,46164,46116,46252,46244,46239) 185 | 0.0005 | enabled | cached | 28527 | SELECT t.*, tt.*, tr.object_id FROM wp_terms AS t INNER JOIN wp_term_taxonomy AS tt ON tt.term_id = t.term_id INNER JOIN wp_term_relationships AS tr ON tr.term_taxonomy_id = tt.term_taxonomy_id WHERE tt.taxonomy IN ('category', 'post_tag', 'post_format') AND tr.object_id IN (46116, 46123, 46129, 46148, 46164, 46188, 46209, 46239, 46244, 46252) ORDER BY t.name ASC 186 | 0.0004 | enabled | cached | 20916 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46116,46123,46129,46148,46164,46188,46209,46239,46244,46252) ORDER BY meta_id ASC 187 | 0.0003 | enabled | cached | 9085 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46130 LIMIT 1 188 | 0.0001 | enabled | cached | 2638 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46130) ORDER BY meta_id ASC 189 | 0.0002 | enabled | cached | 9116 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46227 LIMIT 1 190 | 0.0001 | enabled | cached | 2731 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46227) ORDER BY meta_id ASC 191 | 0.0002 | enabled | cached | 9066 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46189 LIMIT 1 192 | 0.0002 | enabled | cached | 2589 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46189) ORDER BY meta_id ASC 193 | 0.0003 | enabled | cached | 9074 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46153 LIMIT 1 194 | 0.0001 | enabled | cached | 2517 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46153) ORDER BY meta_id ASC 195 | 0.0003 | enabled | cached | 9076 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46124 LIMIT 1 196 | 0.0001 | enabled | cached | 2637 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46124) ORDER BY meta_id ASC 197 | 0.0003 | enabled | cached | 9111 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46165 LIMIT 1 198 | 0.0001 | enabled | cached | 2762 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46165) ORDER BY meta_id ASC 199 | 0.0003 | enabled | cached | 9082 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46119 LIMIT 1 200 | 0.0001 | enabled | cached | 2643 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46119) ORDER BY meta_id ASC 201 | 0.0003 | enabled | cached | 9072 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46253 LIMIT 1 202 | 0.0001 | enabled | cached | 2659 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46253) ORDER BY meta_id ASC 203 | 0.0003 | enabled | cached | 9077 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46247 LIMIT 1 204 | 0.0062 | enabled | cached | 2634 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46247) ORDER BY meta_id ASC 205 | 0.0003 | enabled | cached | 9092 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46240 LIMIT 1 206 | 0.0001 | enabled | cached | 2691 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46240) ORDER BY meta_id ASC 207 | 0.0002 | enabled | cached | 1333 | SELECT wp_posts.ID FROM wp_posts WHERE 1=1 AND wp_posts.post_type = 'post' AND ((wp_posts.post_status = 'publish')) ORDER BY wp_posts.post_date DESC LIMIT 0, 16 208 | 0.0004 | enabled | cached | 58549 | SELECT wp_posts.* FROM wp_posts WHERE ID IN (46092,46077,46046,46007,45982,45957) 209 | 0.0003 | enabled | cached | 15853 | SELECT t.*, tt.*, tr.object_id FROM wp_terms AS t INNER JOIN wp_term_taxonomy AS tt ON tt.term_id = t.term_id INNER JOIN wp_term_relationships AS tr ON tr.term_taxonomy_id = tt.term_taxonomy_id WHERE tt.taxonomy IN ('category', 'post_tag', 'post_format') AND tr.object_id IN (45957, 45982, 46007, 46046, 46077, 46092) ORDER BY t.name ASC 210 | 0.0003 | enabled | cached | 13575 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (45957,45982,46007,46046,46077,46092) ORDER BY meta_id ASC 211 | 0.0003 | enabled | cached | 9091 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46093 LIMIT 1 212 | 0.0001 | enabled | cached | 2678 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46093) ORDER BY meta_id ASC 213 | 0.0003 | enabled | cached | 9071 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46078 LIMIT 1 214 | 0.0002 | enabled | cached | 2665 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46078) ORDER BY meta_id ASC 215 | 0.0003 | enabled | cached | 9106 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46047 LIMIT 1 216 | 0.0001 | enabled | cached | 2753 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46047) ORDER BY meta_id ASC 217 | 0.0003 | enabled | cached | 9089 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 46009 LIMIT 1 218 | 0.0001 | enabled | cached | 2654 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (46009) ORDER BY meta_id ASC 219 | 0.0003 | enabled | cached | 9080 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 45994 LIMIT 1 220 | 0.0001 | enabled | cached | 2695 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (45994) ORDER BY meta_id ASC 221 | 0.0003 | enabled | cached | 9105 | SELECT * FROM wp_posts WHERE ID = 45960 LIMIT 1 222 | 0.0001 | enabled | cached | 2700 | SELECT post_id, meta_key, meta_value FROM wp_postmeta WHERE post_id IN (45960) ORDER BY meta_id ASC -->