Madeira para revestir paredes – reciclagem

Parede com tábuas de demolição variadas, reciclando a madeira


Muito tem se falado sobre madeira de demolição, primeiro porque a Vila do Artesão tem essa preocupação com o meio-ambiente. Depois porque, por conta do primeiro motivo, nós temos aqui no site, muitas dicas de móveis e peças decorativas feitas com esse material. Tenho percebido que há um grande interesse das pessoas em torno da madeira de demolição, talvez pelo mesmo motivo que o nosso, mas também porque hoje em dia é um material que está na moda, pelo apelo da sustentabilidade, e porque virou mania mesmo.

Percebi também que a maioria das pessoas têm a idéia, de que, por ser reaproveitada, a madeira de demolição é um material mais barato do que uma tábua de madeira nova, por exemplo. Na verdade não é bem assim. Essas madeiras são retiradas de antigos galpões e casas, ou até mesmo de dormentes de trilhos de trem, que foram construídos com madeira de árvores que hoje em dia estão proibidas de corte, ou tem o corte bastante controlado. Esse é um dos fatores que inflacionam essa madeira, além da grande procura do momento. Por esses motivos o preço do metro quadrado acaba assustando muitas pessoas.

Pensem que, assim como o papel reciclado, o uso da madeira de demolição é uma opção de consumo consciente. O seu valor está muito além do valor da própria madeira. Então amigos, considerem usar em seus projetos de decoração, madeiras de demolição que não sejam tão nobres, mas que possuem esse valor do uso consciente.

Procurando em bons fornecedores, é possível encontrar tábuas menos raras e, por conseguinte, mais em conta. E reaproveitar as tábuas, da maneira como elas estão depois da demolição, com restos de tinta e defeitos, pode dar resultados bem interessantes a um projeto. Pra quem tem alguma dúvida, basta apreciar a sugestão da LivingEtc na foto desse artigo. Eu acho que essa é uma parede com personalidade. Ahhh, isso é.

Precisando de dicas de onde comprar? Leia nosso artigo : Onde encontrar madeira de demolição.

Você vai gostar também de:

, , , , , , ,

22 Responses to Madeira para revestir paredes – reciclagem

  1. Elaine Duarte 3 de junho de 2013 at 20:36 #

    gostaria de saber onde eu posso vender restos de borrachas usadas na fabricação de sandalias tipo havaianas, pois tenhos muitas sobras e não sei o que fazer com elas.

    Obrigada

    Elaine Duarte

    • Cris Turek 6 de junho de 2013 at 17:39 #

      Elaine tente na internet em sites gratuitos como o Mercado Livre e Bom Negócio.

  2. Larissa 16 de agosto de 2012 at 13:20 #

    Boa tarde!
    tenho um balcão na minha cozinha e metade é parede e metade azulejo, acontece que todo mundo que senta no balcao, coloca o pé na parade. Fica legal colocar madeiras de demilição na parte da parede?

    • Cris Turek 17 de agosto de 2012 at 20:42 #

      Larissa sem conhecer todo o contexto fica difícil arriscar, mas a madeira é um material neutro então provavelmente cairá bem, é só cuidar com o estilo do acabamento para que combine com o conjunto. Beijos.

  3. Angelina 23 de agosto de 2011 at 14:09 #

    Adorei o site.Preciso saber urgentemente como cobrir uma parede com paletes.

    • Cris Turek 23 de agosto de 2011 at 20:46 #

      Angelina esse revestimento é um trabalho detalhado de marcenaria. Não tenho esse passo a passo, mas sei que é preciso ter ferramentas pesadas apropriadas para isso. Pesquise através do Google que você encontra com certeza mais dicas em outros sites.

  4. Christian 27 de junho de 2011 at 3:43 #

    Cris,
    A sua resposta para a minha pergunta foi impresionantemente muito rápida.
    Quando souber alguma coisa por favor entre em contato comigo.

    Parabéns pelas suas iniciativas.
    Obrigado.
    Christian

    • Cris Turek 27 de junho de 2011 at 19:25 #

      Christian, lembro de já ter visto trabalhos apenas apresentando casa prontas. Até agora não encontrei em minhas pesquisas, um lugar que ensinasse a fazer uma casa. Mas também nossa proposta não chega à essas dimensões e nunca procurei nada nesse sentido. Se por acaso eu encontrar algo eu volto a escrever com certeza. Tente pesquisar no Google usando termos em inglês.

  5. Christian Fernando Abasto Halkyer 26 de junho de 2011 at 3:33 #

    Cris:
    Está sobrando muita tabua como residuo de construção. Vocè poderia indicar um site que ensine como aproveitar essa madeira para fazer casas de madeira?
    Parabéns pelo trabalh
    Christian

    • Cris Turek 26 de junho de 2011 at 15:23 #

      Christian, não tenho essa dica assim tão específica. Vou ficar devendo por hora. Boa sorte.

  6. mara 5 de fevereiro de 2011 at 22:36 #

    Cris

    Fiquei apaixonada por esta parede. Você tem ideia de quem faz?

    grata

    Posso indicar quem faça revestimentos de madeira de demolição, mas em cores cruas. Assim da forma como está na parede teria que conversar se eles fazem ou não. Envio o contato pra você. Beijos.

  7. Samira Zuck 2 de outubro de 2010 at 19:42 #

    Olaaa, boa noite.

    Estou muito confusa, estou a um tempo a procura de passo a passo de como colocar um painel de madeira ou mesmo revestir paredes.
    Nao encontrei nada, por favor peco uma ajuda de vcs, no momento estou sem dinheiro pra pagar alguem e adoro fazer trabalhos de decoracoes em casa.
    obrigadaaaaa Sami

    Sami, não somos marceneiros nem instalamos esses revestimentos, vou falar como leiga. Pra ficar perfeito, sem aparecer furos, pregos e parafusos, precisa entender um mínimo de marcenaria. Para começar precisa montar na parede uma estrutura de apoio de ripas sobre as quais você vai fixar as tábuas. Depois de parafusar as tábuas nas ripas você pode fechar as cabeças dos parafusos com cavilhas. Samira, se você não tem noções de marcenaria, tente aprender o básico antes de começar, para não estragar nem a madeira e nem a sua parede. Não é um trabalho simples e o correto é ser executado por um profissional. Boa sorte.

  8. Dirceu Barbosa 4 de setembro de 2010 at 2:41 #

    olá pessoal também gostária de fazer parte da casa do artezão pois adoro artezanato ,e faço alguns trabalhos em pédras madeiras como fontes e luminárias com folhas de coqueiros ,refletores ou lustres como melhor parecer moro em São Paulo e por aquí as pessoas não se enteréção muíto por esse tipo de trabalho,naverdade estou tentando encontrar alguem que possa me ajúdar á divulga-los obs os lustres são feitos com couco verde um elemento bastante despresado por aqui gostária também de poder pátentiar meus trabalhos só que não consigo encotrar quem possa realmente me ajúdar sem que ája enterece para que possão tirar vantágens será que desta vez eu encontrei as pessoas certas espéro que sim aguardo um contáto de vcs ansioso abráços.

    Dirceu, imagino que o seu trabalho seja muito interessante. A dificuldade de encontrar mercado para produtos artesanais é comum para a grande maioria dos artesãos, não ache que só você sofre. E infelizmente a batalha é grande sempre, não desanime. Sobre patentear o seu produto, falando honestamente, não sei se é possível para produtos do nosso ramo. O que eu sei é que o processo é dispendioso, caro mesmo e eu não tenho condições de informar se vale à pena pelo custo/benefício. Nesse ponto não tenho como auxiliar, apenas tentar mantê-lo animado. Mande-nos fotos de suas peças, para que possamos apresenta-las aqui na Vila.Abraços.

  9. Daniel Pimentel 12 de agosto de 2010 at 18:34 #

    Gostei do blog, trabalho em loja de planejados, eo descarte de madeira é grande. Meu maior problema, é que a madeira que usamos já vem de reflorestamento, eucalipto, MDF, ela é prensada com cola e resina, o que fazer com esse material, seria possível retriturá-lo e trasformá-lo novamente?
    E os pequenos pedaços, tipo toquinho que sobra, sarrafo, o que fazer com isso?
    Não quero simplesmente descartá-lo, ou dar pra alguém.
    Quero quem sabe poder reutilizálo, para que possa até quem sabe me dar um retorno financeiro, por menor que seja.

    Daniel, não tenho informação se existe algum processo de trituração e reaproveitamento disso. Sei que muitos artesãos usam sobras, retraços, para criar peças decorativas e até móveis, mas até onde eu sei esse material é doado ou vendido a preços muito baixos. Você poderia verificar a existência em sua cidade de alguma associação que se interessasse, porque não vale à pena enviar para outros lugares, por conta do frete. Também você mesmo pode criar alguns objetos. Vai da pesquisa e da elaboração criativa de projetos. Que tal o desafio? Abraços.

  10. jeferson canedo 11 de março de 2010 at 14:59 #

    claro que sim Cris, muito obrigado pela gentileza de responder, fico aguardadndo o artigo!
    Abraços

  11. jeferson canedo 5 de março de 2010 at 11:50 #

    ola, trabalho numa empresa onde eles descartam paletes usados, gostaria de saber se essa madeira pode ser utilizada como piso ou revestimento de paredes, por gentileza se puderem me ajudar, agradeço!!!

    • Cris Turek 5 de março de 2010 at 12:10 #

      Jefferson, dá pra usar pallets para tudo, pisos externos, móveis, peças decorativas.
      Não vou te contar tudo pois tenho um artigo agendado para ir ao ar nos próximos dias, falando justamente sobre isso.
      Um deles inclusive com passo-a-passo. Não quer esperar e conferir?
      Abraços.

  12. silvia 18 de setembro de 2009 at 2:27 #

    SE VC TIVEREM DICAS DE COMO RECICLAGEM TECIDO GOSTARIA DE RECEBER MENSAGENS SOBRE O ASSUNTO.

  13. Paula 20 de julho de 2009 at 16:51 #

    Tenho diversas peças/estantes em madeira (mdf, compensado e aglomerado).

    Gostaria de saber se ha interesse em compra-los. Nao tenho idéia de preço, aceito oferta.

    No aguardo
    Paula

  14. elizabete 26 de abril de 2009 at 12:53 #

    ola! moro no sertão da paraiba e faço alguns trabalhos artesanais . hoje tirei um tempinho e navegando descobri vcs.amei todos os trabalhos publicados e gostaria de saber qual e o procedimento para expor minhas artes nesse espaço? trabalho com a tecnica do falso couro , decopagem em madeira e tecido, valorizo muito a reciclagem em pro do meio ambiente, assim reciclo latas de produtos em conserva,de tintas,faço trabalhos com jornal, trabalho tambem com retalhos de tecido, faço pinturas em cds …não tenho um atelie por motivos financeiros e tambem porque a minha cidade e pequena e as pessoas não valorizam e tambem por ser professora o meu tempo e pouco.se vcs estiverem intereçados , moro em matureia , pertinho do pico do jabre…

    • Cris 29 de maio de 2009 at 12:22 #

      Oi Elizabete, tudo bem?
      Puxa, quantas coisas você recupera do lixo descartado, heim?
      Participe da coluna O Artista é Você. Basta me enviar algumas fotos bem nítidas e contar em algumas linhas como e porque você começou a realizar esse trabalho.
      Qualquer dúvida, escreva de novo.
      Vou ficar aguardando.
      Um abraço,
      Cris Turek

  15. Daniela 19 de fevereiro de 2009 at 9:59 #

    Bom dia!! Adoro este blog e também concordo que o reaproveitamento é necessário…mas convenhamos tem gente abusando e os preços estão par lá de exorbitantes!!! Na edição “verde” da Casa Cláudia tiveram a CORAGEM de publiar um pufe forrado com algo parecido com refugos de borracha ou couro ecológico, sei lá resto de algo que ia para o lixo, super nobre coisa e tal, por R$ 1.500,00 !!!!!!! Se vc ainda não infartou depois de ler isso tem que concordar que a coisa extrapolou o nível do razoável… Enfim apesar disso acompanho com muito interesse dicas legais como a sua. Sò gostaria de saber como fixar tanta madeira na parede. Estou construindo e tem um monte de madeira lá´só que tem algumas meio empenadas, olho para elas morrendo de dó de descartar mas sinceramente não sei como trabalhá-las…me ajudem! Bjs Daniela

Deixe uma resposta