O papel maché de Eleonora Pessil

As gordinhas de Eleonora Pessil, em papel maché

Eleonora Pessil Santos, como muitos de nós, descobriu o amor por sua técnica o papel maché, depois de muito,muito tempo. E depois de ter brincado com pincéis, tintas e telas.

Insatisfeita, saiu em busca do que estava faltando, e meio sem querer, num curso para iniciantes, encontrou o formato que traduzia melhor suas ideias.

Eleonora durante seu trabalho

Acho essa história interessante porque muitas pessoas insistem em antigas escolhas, apenas por medo de arriscar tentativas novas. É claro que nada se aprende do dia para a noite, mas quando nos envolvemos verdadeiramente com algo, o objetivo sempre é alcançado.

Vamos ver o que a Eleonora conta a respeito de sua experiência:

Comecei a me envolver em papel maché faz mais ou menos 2 anos. Me aposentei e fui atrás de algo que me desse muito, mas muito prazer! Não sabia bem o que eu desejava e só tinha em mente que eu queria trabalhar com volumes, sair do plano, pois às vezes eu arriscava ser pintora! rsrsrs

Então, encontrei essa oficina de papel maché e me entreguei de cabeça! Amei! Confesso que tive muita dificuldade no início porém, o que é a vida da gente sem desafios? Acho até que os desafios é que nos movem. Dão um sentido muito imenso, ainda mais quando se faz por prazer!

Então, hoje estou descobrindo com prazer, pouco a pouco, esse mundo maravilhoso do papel! É incrível! Se pode fazer tudo com papel e, ainda por cima, reaproveitando!

Um abraço e muito obrigada pela atenção.

 

Gurias em vestido de chita
Palhaço na corda bamba
Então gente, se não é mesmo isso aí? Não podemos desistir antes de encontrar a nossa verdadeira forma de expressão e antes de tentar muitas vezes até que fique realmente bonito. Sem preguiça, sem medo, sem excessos de auto-crítica.

A Eleonora chegou onde desejava e como vocês viram, hoje tem peças belas que traduzem o seu estilo e sua alegria. Para entrar em contato com ela escrevam diretamente em seu email: [email protected]

Fotos cedidas po Eleonora Pessil

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , ,

9 Responses to O papel maché de Eleonora Pessil

  1. eleonora 10 de janeiro de 2012 at 13:53 #

    oi luiza
    assim como tu, andei rolando por várias formas de arte e, nunca tinha tinha trabalhado com volume! simplesmente adorei! no início foi muito trabalhoso e, até difícil! mas, não desanimei e encarei o desafio! resultado: foi nisso que deu! tô amando o papel machê! vai em frente e de
    pois me mostra. tô louca pra ver teu progresso. beijo. eleonora.

  2. eleonora 10 de janeiro de 2012 at 13:48 #

    oi glória!
    como tu tá, guria? tava dando uma espiadinha na vila e te encontrei por lá!
    muito obrigado e um feliz 2012 pra ti! beijuussss, eleonora.

  3. LUIZA 14 de dezembro de 2011 at 16:59 #

    Olá Eleonora!

    Fiquei encantada com as peças em Papel Machê. Eu também ando atrás de algo que me dê muita satisfação, pois adoro pintar. Trabalho com gesso, madeira e cerâmica e te confesso que estou à cata de algo novo, inusitado. E acredite, vou dar umas voltinhas pelo Papel Machê e ver que bicho que dá!!!!
    Abraços e felicidades.
    Luiza

  4. Glória 21 de novembro de 2011 at 11:01 #

    Oi Leonora, que legal te ver neste site, o teu trabalho está muito bonito. Saudade daquele grupo e das “bençãos” do Cho. Abraço grande. Glória

  5. Marísia 5 de maio de 2011 at 21:43 #

    Lindo seu blog artista!
    eu o sigo, se quiser dar uma espiadinha no meu, eu faço crocht e tricot, mas faço experiencias em pintura,desenho e etc
    O meu é: prfessores e intrutores da arte geral em vídeos
    Obrigada por compartilhar esta beleza conosco
    marísia

    • Cris Turek 6 de maio de 2011 at 16:55 #

      Olá Marísia, já passei por lá e adorei ver o nosso selo. Obrigada pela visita. Beijos.

  6. Irmãs Santiago 6 de janeiro de 2011 at 10:46 #

    O Papel machê é realmente encantador, somos suspeitas,mas é sempre encantador e fascinante ver um artista se dedicando a esta técnica tão rica, Parabéns Eleonora ! Nos acreditamos que o papel machê pode concorrer em igualdade com os materiais tradicionais e é digno de ser representado em grandes galerias de arte. Bjs
    Simone Liliane Santiago

    Concordo totalmente com vocês, o papel maché é técnica para grandes artistas. Beijos.

  7. Érica 6 de janeiro de 2011 at 9:20 #

    Fiquei maravilhada com o trabalho lindo da Eleonora! Quanta criatividade! Belíssimo trabalho!
    Beijos e obrigada por compartilhar!

    Obrigada por participar Érica, agradecemos pela Eleonora.Beijos.

  8. Carol 5 de janeiro de 2011 at 19:05 #

    Seu blog é uma gracinha e já estou te seguindo.Conheça meu cantinho e se gostar me siga por lá.bjs Carol.

    Obrigada, que bom que está fazendo parte do grupo. Também já fui lá te conhecer. Beijos.

Deixe uma resposta