O papel maché que vira jóia nas mãos de Claudinha Tejo

Colar em papel maché de Claudinha Tejo

Ana Claudia de Tejo, nossa muito querida amiga Claudinha, lança todos os anos uma nova coleção de acessórios em papel maché, e como sempre, ela vive mergulhada até o pescoço nesses projetos super secretos. Mas isso não quer dizer que as coisas estão silenciosas, não é Claudinha???  Num de seus projetos ela iniciou “andanças” pela cidade, com as quais pretende levar seus jogos pra onde as pessoas estão, ou seja, ir onde o povo está.

Claudinha expôs a sua coleção de jogos em papel maché nas areias da Praia de Cabo Branco, em João Pessoa. Isso mesmo, nas areias. A intenção desse projeto é aproximar as pessoas para conhecer seu trabalho, enchê-las de curiosidade e fazê-las descobrir como pode ser divertido um simples jogo da velha.

Segundo Claudinha incialmente foi preciso vencer a timidez das pessoas, que depois demonstraram o maior prazer em deixar escapar o seu lado criança e suas gargalhadas mais animadas. Depois das areias do Cabo Branco, Claudinha pretende invadir (no bom sentido) o litoral sul com a mesma forma de apresentação, e depois por João Pessoa afora.

Quem tiver a oportunidade de se deparar com uma dessas exposições itinerantes, aproxime-se e solte o seu nenenzão interior. Enquanto isso fica pra vocês uma das jóias em papel maché de uma de suas coleções, criada pela imaginação de Claudinha e feita pelas suas mãos e de suas meninas discípulas. É gente, tem um outro trabalho importante por trás disso tudo.

Essa é a Claudinha . . . . . . . . . . ligadíssima nas coisas da alma. Beijo pra você Claudinha!!!!

Gostou???? Tem aqui no Blog da Vila.  Quer saber mais? Clique.

Foto: Vila do Artesão

Você vai gostar também de:

, , , ,

2 Responses to O papel maché que vira jóia nas mãos de Claudinha Tejo

  1. fatima 2 de fevereiro de 2010 at 10:31 #

    Achei fantástico, quanta criatividade, parabens, acredito que vc deve fazer peças de vários gêneros, lindíssimas.

    abraços/fatima/cuiabá/mt

    • Cris Turek 2 de fevereiro de 2010 at 15:07 #

      Fatima, a Claudia faz sim, eu já tive oportunidade de ver os trabalhos artísticos dela.
      Mas a aplicação em objetos de uso pessoal é uma forma mais prática de tornar o trabalho uma boa fonte de renda.
      Ainda colocaremos no ar as outras criações da Claudia. Beijos.

Deixe uma resposta