Passa de caju, porque os cajus chegaram

Passa de caju, isso é de morrer de delicioso

 

Chegou a época do caju. Aqui no nosso jardim temos três cajueiros que já estão dando o que falar. Carregadinhos, os frutos vermelhos e amarelos entre as folhas verdes criam um visual adorável.

Mas não sou somente eu quem agradece a natureza. Os pássaros têm nos visitado frequentemente desde que os frutos começaram a amadurecer, então eu ganho muitas vezes, pois tenho uma linda árvore para adornar o meu jardim, tenho música agradável e tenho muitas gostosuras colhidas diariamente.

Das delícias que fazemos com o caju tem uma especialmente que é muito procurada. Alguns a chamam de caju-ameixa ou como ouvimos falar mais, a passa de caju. O seu processo de preparo é artesanal, longo e trabalhoso, por isso nem sempre a encontramos.

Basicamente é preciso retirar o suco dos pedúnculos e cozinhá-los com açúcar por muito tempo no fogão à lenha em fogo bem baixo. Depois passa-se ao processo de secagem, que preferenciamente deve ser feito ao sol, devidamente protegido, por mais 3 dias, para somente depois ser embalado.

Puxa, cansei só de imaginar. Se você gosta de receitas passadas de geração para geração, essa é uma delas. Eu, por enquanto, fico com o meu cheiroso e refrescante suco de caju. Para vocês mais animados, segue aí o link que ensina todo o processo, de uma maneira adaptada, com a orientação de pesquisadores da Embrapa. Super confiável. Quem chegar até o final escreva me contando, por favor!!!!

Quer aprender? Clique aqui.

Foto: Lucy Passos

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

Você vai gostar também de:

, , , ,

One Response to Passa de caju, porque os cajus chegaram

  1. Dadinha 7 de novembro de 2014 at 14:19 #

    achei o doce uma delicia…

Deixe uma resposta