Perfil do consumidor de espresso

Graos de Café

Desde a década de 90, o hábito de consumir café sob a forma de espresso tornou-se o maneira mais nobre de se apreciar a bebida. As mudanças no mercado de café e as cafeterias recuperaram a principal característica do produto: em essência é uma bebida estimulante que promove o gosto pela conversação, ou seja, é elemento de sociabilidade.

A expansão do consumo de bons espressos também exigiu o treinamento de baristas e a aquisição de lotes de cafés superiores e gourmet. Em conseqüência, o mercado hoje já distingue e segmenta as pessoas de “estilo espresso”.

De acordo com a revista Espresso, em linhas gerais, trata-se de consumidor exigente, com altos níveis de renda e escolaridade.

Sem dúvida, este consumidor busca apreciar as sutilezas gustativas e as notas aromáticas presentes no café e o faz com prazer. Por isso, quem oferece café seja em cafeterias ou restaurante, deve estar atento à máxima de Ernesto Illy: “É preciso 50 grãos para fazer uma xícara de espresso. Se um deles estiver ruim, vamos sentí-lo.”

, ,

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta