Tawashi, a esponja ecologicamente correta

Tawashi, a esponja ecologicamente correta

Tawashi, a esponja ecologicamente correta

Duvido que você já tenha ouvido falar em Tawashi, salvo se você for de descendência oriental  😉 Entretanto, o conceito de sustentabilidade relacionado ao Tawashi (fala-se tauasxí, corrijam-me amigos japoneses) com certeza tem feito parte dos assuntos em rodas de conversa que você participa.

A primeira vez que ouvi falar em Tawashi, com este termo específico, foi em 2017 em publicações de faça você mesmo, falando sobre sua origem e as diversas formas de fazermos os nossos próprios tawashis. E não é que de lá pra cá este utensílio virou modinha?

Ok, ok……você não conhece por este nome e sim por esponja e, ultimamente, em usos mais específicos por eco pad. Então vamos saber mais?

Lavando a louça com um tawashi

O que é Tawashi?

O tawashi é como se chama a esponja caseira utilizada no Japão para lavar utensílios domésticos. Originalmente era feito com as palmas do cânhamo, ou seja, super ecologicamente correto. Os materiais sintéticos invadiram o mercado, as esponjas mudaram mas o nome permaneceu, tornando-se sinônimo de esponja ecologicamente correta.

Esponja caseira feita à mão

O que acontece mundo afora hoje é que estamos resgatando antigos hábitos bem mais saudáveis tanto para nós quanto para o meio ambiente, e o tawashi original vem exatamente de encontro à estas propostas.

Se você procura um estilo de vida mais descomplicado e com desperdício zero, com certeza deveria adotar o uso do tawashi e juntar a ele um exercício de DIY. Uma esponja feita à mão: econômica, porque é durável, higiênica, porque pode ser lavada na máquina e com água quente, e ecológica, porque reduz a geração de lixo sintético.

E no Brasil?

O fato é que não precisamos ir do outro lado do planeta para resgatar hábitos legais com a natureza. Aposto que em algum momento da sua vida você já cruzou com as esponjas feitas de bucha vegetal, estou certa?

Eu, que já tenho uma certa idade, lembro bem que as buchas vegetais eram a opção mais comum e de uso bastante corriqueiro. Infelizmente os apelos comerciais da era do plástico tiraram elas de circulação. Mas eis que elas retornaram à vida…..ebaaaaa!!!!

A bucha vegetal

A bucha é o fruto de uma trepadeira chamada Luffa Cylindrica. Originária da Ásia ela se adapta bem aos climas tropicais, por isso temos tanto dela por nossas terras brasileiras. Temos até uma Cidade da Bucha: Bonfim em Minas Gerais.

Fruto da Luffa Cylindrica, a Bucha Vegetal

Biodegradável e um esfoliante natural, funciona super bem tanto sobre nossa pele quanto em louças e panelas. Em conjunto com produtos adequados a cada tipo de uso, faz a limpeza de modo eficiente e ainda pode ser aproveitada em seu jardim no momento do descarte. Quer melhor que isso?

Esponja ecológica

Mas e daí? Por que isso nos interessa? Porque somos artesãos e temos habilidades manuais, muita criatividade, e podemos usar estes conceitos, materiais e técnicas diversas pra criar itens uteis.

E podemos e devemos mudar alguns hábitos do dia-a-dia, nossos e de todos que já buscam atitudes mais coerentes, para poupar a natureza da qual fazemos parte.

Além do mais estas linhas de produtos sustentáveis estão ganhando mercado e mercado de qualidade a cada dia que passa. Este pode ser sim um ótimo canal para você agregar aos seus produtos, se você trabalha com seu artesanato.

Faça sua esponja

As buchas vegetais são encontradas já secas em qualquer feira de rua e também em mercados municipais. Até em supermercados é possível encontrar unidades já limpas.

Nas feiras você adquire crua por unidade ou por dúzia, e limpa facilmente em casa, clique aqui e veja como. Depois pode usar ela cortada em quadrados ou retângulos como esponjas comuns, bem simples assim, para a limpeza na cozinha.

Ou então ainda pode costurar sobre tecido atoalhado, caprichando com um acabamento em viés, para usar no banho.

Esponja costurada em tecido atoalhado

O cuidado? Uma vez por semana lavar e higienizar sua bucha vegetal com água quente de preferência deixando secar ao sol. Se tomar o mesmo cuidado que toma com suas esponjas sintéticas, a bucha vegetal é segura e não lhe causará mal.

Por fim

Todo este nosso papo de hoje teve um objetivo: criar um ambiente de discussão para falarmos de esponjas produzidas com outras técnicas.

Tawashi feita em crochê de algodão

Pra ir direto ao ponto vamos entrar de cabeça no crochê e vamos dar um foco especial nas esponjas de uso pessoal que estão fazendo sucesso: as eco pads.

Que tal ter suas eco pads para se demaquilar, lavar seu rosto antes de usar seus cremes de beleza ou então transformar sua hora do banho num momento spa?

Pois cole em mim que vou te passar as receitas de vários itens bacanas para você compor um Kit de Day Spa, chiquetérrimo. Que tal?

Bora mudar nossos hábitos, produzir menos lixo e quando for inevitável, produzir um lixo ecologicamente correto. Mas sem perder o charme 😉

Fotos: 1.Marie Claire, 2.WGBH, 3.Online Fabric Store, 4.Pacscrap, 5.Buchas Bonfim de Minas, 6.Makezine

Não copie, compartilhe.

Clique e leia nossa licença com as regras para reprodução.

, , , , , ,

No comments yet.

Deixe uma resposta